Seção

Fique por Dentro

A versatilidade do vidro na construção civil

As vidraçarias estão ganhando cada vez mais espaço no mercado, veja mais sobre o uso do material na construção civil

30/05/2022

É cada dia mais comum avistar locais que utilizam o vidro em suas construções. O material é facilmente visto em portas, janelas, divisórias, escadas, fachadas, pisos e guarda-corpos, e isso se aplica tanto em projetos residenciais quanto em edifícios corporativos de grande porte, por exemplo. Quando utilizado da maneira correta, o vidro oferece segurança, sustentabilidade e facilidade de limpeza, além de suas propriedades estéticas já conhecidas como sofisticação, amplitude e proveito da iluminação natural.

O que levar em conta ao utilizar o vidro na construção civil?

Com a tecnologia atual o mercado vidreiro disponibiliza um leque de opções do material, assim é possível alinhar seu valor estético com aspectos funcionais. Um exemplo disso é o vidro insulado; com uma câmara de ar entre duas chapas de vidro, oferece isolamento acústico e conforto térmico, o que pode gerar economia ao reduzir o uso do ar-condicionado.

Ao fazer a escolha do tipo de vidro utilizado no projeto, é importante levar alguns fatores em consideração, como o efeito visual pretendido pelo cliente, o ambiente em que ele será submetido e a segurança necessária para o projeto. A utilização do vidro deve seguir precisamente as normas técnicas, como a NBR 7199, que fala sobre o uso do material na construção civil. Todo projeto deve ser avaliado e executado por profissionais devidamente capacitados para que as instalações fiquem bonitas visualmente e acidentes durante e após a instalação sejam evitados.

Veja os tipos de vidro mais utilizados na construção civil

  • Vidro temperado: Cerca de 5 vezes mais resistente que o vidro comum, também é considerado um vidro de segurança, pois se quebra em pequenos pedaços menos cortantes no caso de quebra. É muito utilizado em guarda-corpos, bancadas, vitrines e guarda-corpos.

 

  • Vidro laminado: Feito pela união de duas chapas de vidro por uma película de PVB, o vidro laminado oferece maior segurança ao segurar os cacos de vidro em seu interior no caso de quebra, além de sua película também servir como isolante térmico e acústico.

  • Vidro refletivo: Muito utilizado em fachadas de edifícios, o vidro refletivo é luxuoso e pode reduzir a passagem de calor, entretanto, precisa de atenção maior de um profissional devido a incidência de raios solares, que podem acabar refletindo e prejudicando outros locais.

  • Vidro jateado: A técnica de jateamento lança grãos de areia em alta velocidade contra o vidro, o que confere um aspecto fosco à peça, assim, é possível controlar a privacidade e luminosidade do local, além de poder personalizá-lo com figuras e escritos, por exemplo.

  • Vidro serigrafado: O serigrafado é feito a partir do vidro temperado e tem sua chapa tingida, assim como o serigrafado, pode ser personalizado e mantém a privacidade dos ambientes, motivo pelo qual é muito utilizado em banheiros e divisórias.

 

Leia também:

 

Acompanhe a Vidro Impresso para dicas de aplicações do material e ficar por dentro das novidades do mercado vidreiro.

Deixe seu comentário