Seção

Flash

Vidro em Marte

Pesquisadores da Universidade Estadual do Arizona, nos EUA, descobriram a existência de misteriosas e escuras regiões em Marte, compostas de vidro forjado em antigos vulcões.

Marte

Elas estão presentes em mais de 10 milhões de km² na parte norte do planeta, mas até então sua composição ainda era incerta. Medições espectrais anteriores indicaram que essas áreas eram diferentes das outras regiões escuras de Marte, compostas principalmente por basalto. A descoberta foi atribuída aos cientistas Briony Horgan e Jim Bell, que encontraram zonas de absorção de infravermelho similares às características do ferro em vidro vulcânico, uma substância formada quando o magma resfria rápido demais, fazendo com que os minerais se cristalizem. O vidro assume a forma de grãos, do tamanho de grãos de areia. Os pesquisadores ainda não sabem ao certo como esses grãos se formaram, mas Horgan aponta para a possibilidade de o magma ter interagido com água congelada e neve. Isso faria dessas regiões “locais em potencial” para o abrigo de vida, já que apresentam uma água rica em substâncias químicas.

 

Deixe seu comentário