Seção

Quero abrir uma vidraçaria e não sei por onde começar

Esta é a dúvida de muitos vidraceiros que querem independência abrindo seu próprio negócio, mas não tem este tipo de informação, já que sempre focou no conhecimento técnico para suas instalações

19/08/2019

 

Muitos profissionais do segmento vidreiro sonham em montar sua própria vidraçaria mas não sabem por onde começar. Sobre as oportunidades em seu mercado de atuação e os tipos de instalação com as quais vai atuar o futuro empreendedor provavelmente já conhece por estar atuando como vidraceiro. Caso tenha dúvidas, é de extrema importância estudar o mercado, perfil dos clientes, demandas e necessidades da região onde irá atuar.

 

Depois vem outro passo onde a maioria dos empreendedores que querem abrir uma vidraçaria costuma falhar, que é o planejamento do negócio, finanças e gestão. Analise suas possibilidades de investimento e onde quer chegar. O ideal é ir crescendo aos poucos, começar pequeno e ir investindo conforme a resposta do mercado. Então, é muito comum e bastante viável iniciar com pouco investimento e até mesmo sem loja física, afinal hoje temos a internet como aliada dos negócios e principal meio de divulgação. 

 

Assim, iniciar como profissional autônomo é um opção, e para tal é necessário emitir apenas RPA – Recibo de Pagamento a Autônomo ou NFS – Nota Fiscal de Serviços de Pessoa Física para os serviços realizados, o que é considerado legal e formal. Porém, se quiser realmente abrir uma empresa para ter seu CNPJ, mesmo que não tenha o ponto comercial, a maneira mais simples e com quase nenhum investimento é sendo um MEI (Microempreendedor Individual). 

 

Como adquirir o CNPJ para abrir uma vidraçaria

Portal do Empreendedor oferece todos os passos para a formalização e legalização. O Portal do Empreendedor sinaliza cada passo, basta se cadastrar e seguir as orientações para obter a cidadania empresarial e CNPJ. Também há dicas de gestão, assim como no portal do Sebrae. Diversos serviços e conteúdos importantes estão disponíveis lá e devem ser acessados no momento da formalização e mensalmente no momento do pagamento da contribuição mensal. 

 

Das 500 atividades listadas, existem três relacionadas ao vidro: comerciante de vidros, vidraceiro de automóveis e vidraceiro de edificações, todas elas seguidas pelo adjetivo ‘independente’, o que é feito para evitar a precarização de trabalho e problemas trabalhistas para empresas que contratam os MEI. Como o portal admite além da atividade principal até 14 atividades secundárias, o vidraceiro tem a possibilidade de colocar essas três e outras onde ele possua habilidades e experiência de trabalho. 

 

Outro passo importante para quem vai abrir uma vidraçaria é verificar se o negócio precisa de inscrição estadual. Algumas regiões dispensam o MEI, mas é preciso verificar, pois cada Estado tem sua legislação própria de ICMS. No Portal do empreendedor essa informação está na parte ‘Já sou MEI’ em dúvidas mais frequentes. É recomendado buscar ajuda de um contador ou escritório de contabilidade, principalmente se cadastrar-se como ME (Microempresa).

 

Investimentos necessários

É possível estar legalizado sem investimentos iniciais em um espaço físico e sem funcionários. Cadastrando-se como MEI ou como uma empresa societária é possível utilizar o endereço da residência e as empresas não precisam, necessariamente, de funcionários. Somente para o registro não há custos, apenas com contador se utilizar este serviço. Se abrir uma empresa terá as despesas do escritório de contabilidade e das taxas da Prefeitura do Município na qual a empresa for se instalar. São pequenos valores, atualizados com frequência, mas nada proibitivos, e os passos não são complicados. 

 

No portal do Sebrae há conteúdos com o passo a passo e roteiro para a formalização do MEI – Microempreendedor Individual, além de mais detalhes que podem ajudar a concretizar essa importante decisão. Já para formalizar uma ME – que é a sigla para Microempresa, aquelas que faturam acima de R$ 81.000,00 até R$ 360.000,00 por ano, o processo exige mais etapas como o registro na Prefeitura (ou administração regional), Junta Comercial, Receita Federal e na Previdência Social entre outros órgãos regulamentadores da atividade pretendida.

 

plano de negócios para vidraçarias mão caderno calculadora

 

Plano de negócios antes de abrir uma vidraçaria

Muitos empreendimentos já nascem de forma errada, sem planejamento e com poucas chances de sucesso. Para alcançar os objetivos e não cometer os mesmos erros de quem teve experiências mal sucedidas, é essencial ter um planejamento claro, objetivo e detalhado. A consequência disso será uma trajetória com muito menos atropelos e surpresas prejudiciais rumo ao sucesso

 

O futuro empreendedor precisa saber onde está e aonde quer chegar. Tão importante quanto a parte formal da empresa é o que está nas ‘entrelinhas’: qual é a ideia e o modelo de negócio que se quer implantar, quais são os problemas (ou as dores) do cliente que se quer atingir, conhecimento do mercado, como obter crédito e financiamento e também um conjunto de atitudes e comportamentos empreendedores. Saiba como montar um plano de negócios antes de abrir uma vidraçaria

 

Busca por informação

O futuro microempresário precisa obter informações mínimas sobre a gestão do seu negócio. Primeiro de tudo, conhecer o mercado em que atuará, depois é preciso conhecer a estrutura tributária e obrigações acessórias, municipais, estaduais e federais, conforme o tipo de empresa. Por fim, ter domínio de técnicas para controle e gestão do caixa, dos custos e formação de preços. Também é interessante conhecer os riscos do negócio, como acidentes, garantias, transporte e exposição de pessoas. É necessário se aprofundar nos aspectos legais e tributários do negócio, sem nunca se descuidar dos clientes e do caixa. 

 

O portal do Sebrae disponibiliza EAD (cursos à distância) gratuitos, além dos cursos presenciais em cada região. Basta acessar sebrae.com.br/sites/PortalSebrae/ead. “O Sebrae também tem em seu portal mais de 440 Ideias de Negócios e uma delas é de Vidraçaria. São 29 capítulos onde constam a necessidade de equipamentos e investimentos entre outros aspectos importantes que irão te auxiliar se seu objetivo e ter seu próprio negócio e abrir uma vidraçaria.  





 


 

Deixe seu comentário