Seção

Empresas e Negócios

O que fazer quando o cliente diz que a vidraçaria concorrente cobra mais barato?

É comum o vidraceiro perder um orçamento para outra empresa que oferece um valor menor. O que dizer ao cliente nesta situação?

27/05/2019

 

Você recebe um pedido de orçamento, faz as medições e apresenta o projeto e valores. O cliente retorna com a resposta: está muito caro, vou fechar com outra vidraçaria que está cobrando menos. Em uma tentativa de garantir o cliente, o vidraceiro pode cair na tentação de cobrir a oferta. O que fazer nesta situação?

 

Primeiro de tudo, não cubra o orçamento se este valor for comprometer seu lucro ou até dar prejuízo, a não ser que visualize naquele cliente uma possibilidade grande de ganhos futuros ou de indicações. Mas, se não for uma jogada de marketing, não vale a pena ter sucessivos prejuízos em uma tentativa desesperada obter clientes. Essa estratégia imediatista não costuma dar certo e já fechou muitas vidraçarias.

 

Cair a qualidade para conseguir cobrir um valor de orçamento é uma péssima ideia. Não adianta ganhar uma obra hoje e perder um cliente para sempre, já que esta instalação mal feita ou com produtos que não ofereçam segurança, dará problema lá na frente, destruindo sua credibilidade como profissional. Isso sem contar os prejuízos de um possível processo por um acidente devido a má qualidade do trabalho.

 

A questão é o que essa vidraçaria oferece por aquele valor. Quais são as garantias, materiais utilizados, a instalação segue as recomendações mínimas das normas técnicas da ABNT? Se a qualidade do serviço for a mesma, esse profissional terá problemas com sua lucratividade lá na frente, mas, provavelmente, para cobrar muito barato, ele não oferece qualidade e segurança.

 

O papel do vidraceiro é explicar ao cliente o que será feito, como e quais peças serão utilizadas, qual o valor agregado daquele serviço que vai garantir a segurança dos usuários. O preço é proporcional à qualidade do serviço que está oferecendo e tem que compensar seu investimento no conhecimento que precisou adquirir para executá-lo com excelência. Um profissional se diferencia e justifica seu preço mostrando informação e propriedade no que faz. Conhecimento vende. Quando mais segurança o cliente tiver em seus argumentos, mais ele valorizará seu trabalho, e confiança é algo que não se mede.

 

O preço é proporcional à qualidade do serviço que está oferecendo e tem que compensar seu investimento no conhecimento que precisou adquirir para executá-lo com excelência. Um profissional se diferencia e justifica seu preço mostrando informação e propriedade no que faz. Conhecimento vende. Quando mais segurança o cliente tiver em seus argumentos, mais ele valorizará seu trabalho, e confiança é algo que não se mede.

 

O cliente pode até reclamar em um primeiro momento, mas a maioria está disposta a pagar por um serviço de maior qualidade se entender seus argumentos, que precisam ter consistência. Mais do que preço, o cliente quer poder contar com você. Invista em sua carreira e valorize o que o diferencia. Em vez de cobrir ofertas, busque capacitação e conhecimento para oferecer um serviço de excelência, que não resultará em problemas e acidentes mais graves. Seu trabalho será valorizado e o cliente fidelizado.


Saiba cobrar um valor justo. É importante incluir todos os custos, com idas e vindas à casa do cliente, seja para a medição ou execução. Os gastos com combustível é um tipo de custo que muitas vezes é esquecido, chamado de custos invisíveis, que muitos empreendedores, de diversos segmentos, esquecem de computar. Seu lucro não será o excedente do gasto com ferragens, acessórios e vidros, há o combustível, a internet, o custo de ligações, o desgaste do automóvel, aluguel caso tenha uma loja física, água, luz e telefone, e custos com funcionários e ajudantes.

 

Seu lucro tem que levar em consideração o investimento em bons equipamentos, no seu conhecimento e qualificação. Tem que enxergar todos os seus custos, senão ganha de um lado e perde de outro. Não pode chutar valores se quer garantir lucratividade. Um empreendedor de sucesso pensa a longo prazo, não no imediatismo.

Deixe seu comentário