Seção

Empresas e Negócios

NASCIMENTO DA UTILIZAÇÃO DAS FERRAGENS PARA VIDRO

Saiba através da FVT como este mercado se desenvolveu e como hoje são produzidas essas peças

26/06/2020

Descoberta do vidro

 

Amplamente empregado na arquitetura, o vidro é predominante em construções de empreendimentos de todos os segmentos. Hoje, é impensável viver sem este material, que é matéria-prima de diversos outros tipos de produtos. 

 

O vidro é um dos materiais mais versáteis, que foi descoberto pelo homem há cerca de 5.000 aC, quando mercadores fenícios, ao fazerem uma fogueira na beira da praia, apoiaram blocos de nitrato de sódio para segurar suas panelas.

 

Perceberam que ao se juntar com a areia e o nitrato de sódio formava um líquido transparente que se transformaria no vidro. Desde então diversas técnicas foram exploradas até chegarmos ao vidro como conhecemos atualmente, conhecimentos trazidos pela revolução industrial. 

 

Evolução das ferragens  

 

A aplicação do vidro trouxe a necessidade de formação de outros mercados, como a indústria de ferragens e acessórios, peças que inicialmente eram produzidas pelo meio de produção conhecido como fundição, processo que se dá pelo escoamento de algum tipo de matéria-prima em um molde/conquilha (ferramenta que serve como tipo de forma).

 

Com o aumento da produtividade e tecnologia nas empresas, as mesmas foram adotando novas formas de produção. Trazendo para a realidade da FVT, a empresa hoje trabalha com um processo de fabricação chamado de injeção sob pressão, no qual os conceitos de produção provêm da fundição, porém de maneira automatizada, pois uma máquina injetora por meio de um pistão coleta o material já derretido que está armazenado no recipiente chamado de “cadinho”.

 

Depois introduz dentro do molde com capacidade de compactar o material sob pressão. A FVT hoje tem uma capacidade de injeção de 130 toneladas, o que significa que a máquina possui capacidade de injeção de até 2,4 KGS. 

 

Ferragens e acessórios para vidro da FVT

 

A FVT trabalha com uma das linhas mais completas do mercado, no quesito ferragens. A empresa produz itens das linhas Santa Marina e Blindex, além de alguns acessórios para composição das linhas. 

 

Está também em desenvolvimento de novos produtos como por exemplo a maçaneta 1520. Dentro destas linhas, há dobradiças, trincos, fechaduras, suportes, puxadores, apoios, batentes, pivôs, roldanas e uniões.

 

As matérias-prima utilizadas são latão, alumínio, inox e zamac 5, que dentro das variações de propriedades é a mais indicada para fabricação de ferragens, principalmente pela resistência mecânica, à corrosão, tração, choques (batidas), desgaste e acabamento de superfície.

 

Matérias-primas das ferragens para vidro 

 

Zamac

 

Composto por zinco - 95,4%, cobre, alumínio e magnésio, o zamac tem boa resistência mecânica e é um dos materiais mais utilizados hoje pela indústria de ferragens para vidro. O mercado oferece custos atrativos para este tipo de ferragem. Porém, não é indicado para grandes estruturas. 

 

“O zamac se torna o material de melhor custo-benefício, pois é um material de qualidade, que proporciona ao produto um bom acabamento, resistência mecânica e também, se instalado corretamente, pouca manutenção. E em comparação ao latão e ao aço inox o preço é bem mais acessível, a diferença é em média de 40%”, afirma Guilherme Beraldo Lopreto da FVT Ferragens e Acessórios para Vidro Temperado. 

 

“O Zamac pode ser usado em todas as aplicações na linha de ferragens para vidro, mas dentro dos padrões aceitáveis, por isso, disponibilizamos no nosso site, as medidas recomendadas para peças que são estruturais, para que assim, as instalações sejam feitas de forma correta”, completa o especialista da FVT, que também trabalha com peças em aço inox, latão e alumínio. 

 

Alumínio

 

Os acessórios de alumínio são leves e de média a alta resistência mecânica. O alumínio é um material que permite uma gama diversa de aplicações, tem boa performance e durabilidade. Pode ser utilizado em ferragens e acessórios para instalações internas ou externas. 

 

Material leve, durável e bonito, o alumínio mostra uma excelente performance e propriedades superiores na maioria das aplicações, inclusive excelente resistência à corrosão. Apresenta melhor qualidade em acabamento, resistência e durabilidade. 

 

Aço inox

 

Os acessórios de aço inox possuem altíssima resistência mecânica e propriedade anti-corrosiva, ou seja, não oxida. Considerado um metal nobre, é uma matéria-prima de alto valor agregado. 

 

Latão

 

Assim como o aço inox, o latão é considerado um material nobre. Possui ótima resistência mecânica e à oxidação, podendo ser aplicado em áreas externas expostas à umidade. Tem alto valor agregado e, juntamente com o aço inox, está entre os produtos de maior custo. 

 

 

 

 Acabamento das peças

 

Durante o processo de injeção, as peças são inspecionadas uma a uma na saída de máquina para identificar possíveis defeitos visuais, na sequência enviadas para o setor de acabamento, onde inicialmente é feito um processo de lixamento ou tamboreamento.

 

Depois as peças são destinadas para o acabamento de superfície identificados como pintura ou cromeação. Na pintura, são feitas as peças nas cores branca, preta, bronze e fosca. 

 

Um detalhe muito importante é que cada setor tem a responsabilidade de identificar possíveis defeitos em seus processos, fazendo com que a possibilidade de existirem peças com defeito de produção seja próxima de zero.

 

Conheça algumas Peças da FVT 

  • 1103 - DOBRADIÇA INFERIOR

 

  • 1126DC - CARRINHO P/ PORTA DE CORRER CÔNCAVO

 

  • 1129E - DOBRADIÇA DUPLA AUTOMÁTICA V.V. ESQUERDA

  • 3140 - DOBRADIÇA SUPERIOR E INFERIOR (PARA PORTA SEM MOLA)

 

Trajetória da FVT

 

A FVT nasceu no mercado de injeção de peças em zamac e olhando a necessidade do mercado, desenvolveu seu próprio produto com o objetivo de levar ao mercado vidreiro o que há de melhor na questão de qualidade e tecnologia na fabricação de seus produtos. Além disso, oferece condições em relação a preços competitivos, alinhados tcom um atendimento diferenciado.

 

Principais dúvidas:

 

Como são desenvolvidas as ferragens?

A FVT tem um departamento técnico, especializado em desenvolvimento de novos produtos e fabricação de ferramentais adequados para que, dentro do processo de injeção, obtenha-se uma melhor performance tanto no quesito produtivo quanto qualitativo. Os ferramentais estão em constante manutenção preventiva, a fim de garantir a qualidade dos produtos em seu acabamento final.

 

Como o produto é disponibilizado no mercado?

Nossas ferragens são vendidas através de nossos distribuidores autorizados em cada região para que em cada uma delas seja possível prestar o melhor atendimento e suporte ao principal beneficiado que será o instalador.

 

Como funciona o atendimento e suporte ao cliente?

A empresa possui canais de comunicação direto com a fábrica disponíveis no site, redes sociais, além de telefones e whatsapp. O suporte é feito por profissionais capacitados para atender e responder a possíveis dúvidas referente a instalação e propriedades dos produtos. Representantes comerciais também oferecem total suporte nos pontos de distribuição, a fim de garantir um bom abastecimento de mercadorias e resolução de possíveis irregularidades.

 

Para saber mais, acesse: https://fvtacessorios.com.br/

 

Deixe seu comentário