Seção

Produtos

Movimentos suaves

Sofisticados sistemas de molas para portas de vidro temperado garantem conforto, leveza e segurança

30/07/2016

Molas Grupo HT - Linha HTSF

Cada vez mais versáteis em suas aplicações, as ferragens para vidros temperados ganham crescentes upgrades a fim de acompanhar um setor que não para de evoluir e se modernizar. O mesmo vale para os sistemas de molas destinados a portas de vidro temperado. Segundo William Castro, da fabricante Dorma, tanto as ferragens externas quanto o funcionamento interno de seus sistemas são de fundamental importância para a sustentação e movimentação do vidro“Eles devem preservar a integridade do material, mantendo o cinturão de proteção isolado dos parafusos de fixação das ferragens. Possíveis atritos poderão levar à quebra do vidro, afirma o gerente da Dorma, atualmente o maior player do segmento de ferragens e molas de piso do mundo.

 

Praticidade, sofisticação e tecnologia são alguns dos diferenciais atribuídos às molas para vidro disponíveis no mercado. “Uma mola de qualidade agrega valor à porta por sua funcionalidade, design e durabilidade”, diz Conceição Santana, da fabricante Marix. Para Para Glauco de Oliveira, do GHT, as molas devem acompanhar a proposta dos projetos com um acabamento discreto, leve e diferenciado. “Além disso, os mecanismos de movimentação da porta devem priorizar o conforto do usuário, evitando ruídos e fechamentos bruscos”, comenta. Segundo ele, a evolução do produto caracteriza-se, sobretudo, pela redução das dimensões das caixas, acompanhando os novos empreendimentos com espessuras de pisos e lajes cada vez menores.
A resistência é outro aspecto relevante. “A qualidade da composição de ligas determina a durabilidade da mola e a estabilidade de suas regulagens”, observa Glauco de Oliveira.

 

A resistência é outro aspecto relevante. “A qualidade da composição de ligas determina a durabilidade da mola e a estabilidade de suas regulagens”, observa Oliveira. “Regulagens específicas,ajustáveis aos variados tipos de portas, garantem comodidade e praticidade ao entrar e sair dos ambientes”, acrescenta Fabricio Justo, coordenador de marketing da Soprano. “Acredito que o mercado vai pedir soluções cada vez mais práticas e visualmente atraentes”, avalia Nelson Libonatti, diretor comercial da Glass Vetro. A empresa aposta em um sistema que substitui as tradicionais molas de piso. “A indústria de revestimentos cria pisos extremamente sofi sticados, e as molas de piso interferem drasticamente no visual e na estrutura desses pisos”, comenta.

 

Enquanto as molas aéreas são indicadas para portas de madeira e de alumínio, no caso das portas de vidro o mais indicado são molas de piso hidráulicas. Por serem menos espessas, também permitem soluções mais diferenciadas esteticamente, caso das molas de porta, fixadas em recorte na parte inferior do vidro. “As molas de piso, por sua vez, necessitam de um recorte no piso para serem encaixadas. A largura e o peso da porta é que vão determinar sua capacidade, e permitem abertura e fechamento para ambos os lados”, informa Libonatti.

 

Dorma  - Linha BTS

 

A fabricante oferece uma ampla gama de molas de piso para vidro, adaptáveis a portas de ferro, madeira e alumínio. Fabricadas com o mesmo nível de performance em todas as partes do mundo, tem como principais diferenciais sua aplicabilidade em relação a peso e altura, podendo suportar até 300kg (BTS 80), e o preço de comercialização, considerandose a relação custo-benefício. São produzidas sob alto padrão de qualidade, estabelecidos por rigorosas normas técnicas internacionais. O diferencial tecnológico reside no sistema Came, que oferece mais conforto na abertura da porta. Além disso, têm duas válvulas de controle de velocidade, que permitem controle hidráulico de toda a extensão de movimento; eixos intercambiáveis, que reduzem o valor de estocagem e ampliam a oferta do produto; ajustes verticais e laterais; e válvula de segurança, evitando que a mola trave a porta quando manuseada em movimento contrário. O sistema permite o movimento de 180o com uma única mola interna. A empresa oferece ainda o produto Seal Protect, que, aplicado à BTS, aumenta sua vida útil e, consequentemente, a garantia de fábrica.

 


Glass Vetro - Molas hidráulicas integradas inferiores

Especialmente voltadas para portas de vidro individuais ou duplas em ambientes com alto fluxo de transição, o modelo comercializado pela Glass Vetro é indicado para aplicações em que não é possível embutir a mola no piso e as mola convencionais de piso. Entre seus diferenciais, o produto suporta um número maior de aberturas e fechamentos, com uma durabilidade calculada em 500 mil ciclos. Para instalação, são necessários apenas 4 pequenos furos no piso. O peso máximo suportado é de 100 kg e a largura adequada da porta deve variar entre 750 e 1000 mm, e espessura entre 8 e 13 mm. Com base ajustável, oferece regulagem com duas velocidades de fechamento. Por possuir sistema hidráulico de mola integrado, resulta em uma aplicação mais discreta e harmônica.

 

Marix - Molas pneumáticas de piso

 

Solução trazida pela empresa no final do ano passado, as molas de piso Marix podem ser utilizadas tanto em portas de vidro como de madeira e alumínio. O produto emprega tecnologia automobilística e é otimizado em todos os aspectos: tamanho, peso, resistência, custo e durabilidade. Apesar das dimensões reduzidas, 6cm (altura) x 7cm (largura topo) x 3cm (diâmetro do pino) é robusta e suporta portas de até 120 kg e com largura de até 1,20 m, podendo girar a 360o sobre o próprio eixo quando colocada no meio da porta, criando inúmeras possibilidades arquitetônicas. É totalmente blindada, evitando acúmulo de água e garantindo maior durabilidade. Oferece ainda a função de parada fiXa, ficando a porta estacionada em 90o para cada lado.  O retorno para o fechamento da porta acontece de forma leve e suave e garante até três milhões de ciclos de abre e fecha. É fabricada em processo de estampagem e solda automatizada, e conta com mecanismo interno de aço endurecido e corpo externo em aço inox. A instalação leva em torno de 30 minutos e a empresa oferece garantia de cinco anos.

 

GHT - Linha HTSF


Composta por quatro modelos, a linha pode ser aplicada em portas de até 300 kg. Todos os modelos são intercambiáveis, com dimensões desenvolvidas para se adaptar aos novos projetos e especialmente voltadas ao mercado de reposição. De fácil aplicação, apresentam variações nos seguintes modelos: HTSF80 para portas de até 90 kg, HTSF122/123/124 até 120 kg, HTSF150 até 150 kg e HTSF300 até 300 kg. O diferencial tecnológico em destaque nos produtos do GHT consiste em uma terceira válvula acoplada, denominada Back Check. Trata-se de um dispositivo que inibe a má utilização da mola, ou seja, aquela força excessiva aplicada ao abrir e fechar a porta. Os sistemas apresentam seis tipos de regulagens a mais que o padrão do mercado, permitindo movimentação total da mola dentro da caixa, o que facilita o alinhamento da porta e reduz o tempo de instalação. Além disso, uma composição adicionada ao fluído garante operação precisa em temperaturas extremas, positivas ou negativas dispensando os chamados constantes de assistência técnica para conferência nas regulagens. A empresa oferece garantia de dois anos.

 

Soprano - Molas de piso P310


A Soprano disponibiliza três diferentes modelos, que se adaptam a diversas situações e variam de acordo com o tamanho e peso da porta. Ideal para portas de aproximadamente 1000 x 2100 mm, o modelo em destaque (P310) suporta um peso de até 100 kg e destaca-se pela praticidade de instalação e regulagem. Com sistema hidráulico e eixo fi xo de modelo Santa Marina, apresenta válvula de regulagem de velocidade e de fechamento e oferece abertura total da porta, de 110o, e parada em 90o. Com 273 mm de comprimento e 132 mm de largura, tem profundidade de 40 mm até a base e de 70 mm até o final do eixo. Por ser compacta, apresenta design discreto, sem interferir no visual do ambiente. É fabricada em ferro fundido pintado na cor preta, caixa de aço também preta e espelho em aço inox escovado.

Deixe seu comentário