Seção

Mercado

Leque ampliado

T2G investe na aquisição de nova fábrica e amplia seu leque de atuação no mercado vidreiro

12/06/2016

Sistema de envidraçamento Channel Glass aplicado em projeto residencial. O produto é composto por vidros Profilit da Pilkington e perfis de alumínio e PVC desenvolvidos pela T2G

Em busca de ampliar sua atuação no segmento e simultaneamente consolidar sua posição de destaque como provedor de soluções diferenciadas para o vidro arquitetônico, o Grupo T2G anunciou investimento de R$ 2 milhões na aquisição da Vidros do Brasil, empresa de Campinas com mais de 30 anos no ramo, especializada no acabamento de vidros planos para a indústria moveleira. “Apesar do momento de incerteza na economia do País, nossa expectativa é que omercado vidreiro cresça acima das projeções de crescimento do PIB, na casa dos 2%. Há potencial e demanda para isso”, afirma o diretor da empresa, Maurício Margaritelli.

 

Desde o início de suas operações, a T2G tem-se destacado no fornecimento de envidraçamentos especiais, no desenvolvimento de soluções e projetos estruturais para vidro. Mais recentemente, a empresa passou a atuar também no fornecimento de revestimentos. Com essa aquisição, diz Margaritelli, o foco da T2G passa a ser oferecer soluções completas para o mercado da habitação. “O consumo per capita do vidro acompanha o crescimento do país. O Brasil vem evoluindo muito neste quesito, novas fábricas estão entrando no mercado com milhões e milhões de investimentos. É a prova de que o nosso mercado está em crescente expansão. Além disso, a previsão é de aumento da demanda para as classes emergentes, beneficiadas pelo crescimento econômico dos últimos anos”.

 

Segundo o diretor, a fábrica recém adquirida pela T2G conta com infraestrutura e processos de produção 100% sustentáveis, em uma área de 4 mil m2 totalmente servida por ponte rolante e equipada com os mais modernos maquinários disponíveis no mercado, que garantem a completa automatização dos processos de acabamento das bordas dos vidros. “A Vidros do Brasil já atende com muito sucesso a região de Campinas. Todos esses fatores nos levaram à decisão de compra da empresa, que certamente nos dará uma base sólida para ampliar nossa atuação no segmento de vidros voltados para habitação. O DNA da T2G está na inovação e na execução de obras surpreendentes em vidro, visão de trabalho que levaremos para a Vidros do Brasil.” Os objetivos estratégicos da T2G para a Vidros da Brasil incluem ampliar o foco de atuação da processadora, que, além de tampos e portas em vidro e espelhos decorativos, passará a fornecer outros produtos para a indústria moveleira. “Nosso foco é fornecer uma gama completa de soluções para o mercado da habitação, atendendo todas as necessidades dos projetos de interiores e de arquitetura no que diz respeito a soluções com vidro, e agregar novos materiais e revestimentos exclusivos, alguns deles já fornecidos pela T2G. Para tanto, estamos investindo também na modernização de nosso parque fabril”, diz Margaritelli.

 

Empenhada em ampliar sua carteira de clientes da indústria moveleira em São Paulo, a empresa prevê parcerias com designers para o desenvolvimento de linhas exclusivas de móveis e peças de decoração, produzidas basicamente com vidro, sem descartar a composição com outros materiais. De fevereiro para cá, as vendas e a produção da Vidros do Brasil já cresceram 50%, passando de 2 para 3 mil m2 de vidros por mês, entre espelhos e tampos de mesa fornecidos para lojas e indústrias de móveis. “Nossa meta é ampliar ainda mais este resultado em 2013, sobretudo com o desenvolvimento de novas linhas de produtos e de móveis em vidro”, frisa o diretor da T2G.

 

Foco em inovação

 

Desde que iniciou suas atividades, em setembro de 2005, a T2G vem investindo em soluções de engenharia complexa e alta tecnologia, especializando-se no desenvolvimento de obras em parceria com os principais escritórios de arquitetura e construtoras do país e no lançamento de linhas de produtos e revestimentos com elevado grau de inovação. Entre os sistemas especiais de envidraçamento que a empresa trouxe para o mercado nacional destaca-se o Channel Glass, composto por vidros em forma de ‘C’, perfis de alumínio e PVC especialmente desenvolvidos pela T2G. “O sistema é formado por painéis de vidro autoportantes para revestimentos, fechamentos, fachadas ou divisórias, sem estrutura intermediária entre vidros, somente no requadro”, explica.

 

A estrutura de fixação é composta por leves perfis de alumínio que percorrem todo o requadro do vão. A empresa também oferece o C.Glass Extra Claro, para divisórias com altura máxima de 5,8 metros, e o C.Glass Termo Acústico, que utiliza a nanotecnologia para criar um sistema de conforto acústico único, com iluminação natural.

 

Desenvolvido pela T2G, o FlexiGlass também vem ganhando crescente destaque no portfólio da empresa. Trata-se de um sistema de fixação totalmente transparente, com tecnologia exclusiva que possibilita trabalhar o vidro de forma livre e orgânica, com a liberdade de criar as mais arrojadas formas. O sistema pode ser visto no imponente e luxuoso lobby do edifício Cidade Jardim, projeto do escritório Aflalo & Gasperini inaugurado em São Paulo no último mês de maio. A empresa foi responsável pelo projeto, medição, fornecimento e instalação dos vidros temperados laminados incolores de 20 mm, das colunas de vidro duplas, contraventamentos verticais, cabos de aço inoxidável e Flexiglass. “Esta é a primeira obra no mundo com bandejas e colunas de vidro integradas a cabos de aço e Flexiglass, utilizados no fechamento da fachada”, diz Margaritelli. Outro projeto de destaque no qual a T2G atuou em grande parte do fornecimento e execução com vidro estrutural foi o edifício Eco Berrini, também do escritório Aflalo & Gasperini (focalizado na edição anterior de Vidro Impresso). Com o crescimento contínuo dos negócios, a empresa passou a investir também no setor de distribuição de vidros especiais, como os acidados da Sevasa e o HPSS, vidro espectro seletivo de alta performance com capacidade de selecionar o comprimento de onda solar mais adequado para o controle luminoso e solar.

 

Desenvolvida em parceria com a empresa americana SouthWall, a tecnologia controla com eficácia a entrada de calor e de luz nos ambientes internos com redução do indesejável efeito espelhado, além de reter raios ultravioletas, sem deixar de lado a elegância proporcionada a residências e edifícios comerciais. Outro produto incluído recentemente no portfólio da empresa é o CeramicGlass, revestimento de vidro 100% reciclável que une as qualidades da pedra às do vidro. “Trata-se de um material composto homogêneo e muito durável, que pode ser aplicado como vidro ou pedra natural”, informa Margaritelli.

 

A gama de produtos se ampliou com o lançamento do revestimento Diamon- DirtOff, fruto de Projeto com aplicação do revestimento Diamon-DirtOff, produto que reage quimicamente com a sílica, tornando as superfícies altamente repelentes à água e a óleos avançada nanotecnologia 3D, capaz de promover proteção e restauração para qualquer material com superfície à base de sílica, como vidro, granito, cerâmica, porcelana, porcelanato e pedra natural. “Quando aplicado, ele reage quimicamente com a sílica, tornando as superfícies altamente repelentes à água e a óleos, facilitando a limpeza e reduzindo sua frequência.” Na avaliação de Margaritelli, o mercado de vidros no Brasil está crescendo a olhos vistos, e a oferta de produtos ampliando-se no mesmo ritmo. “A principal preocupação hoje é com a concorrência predatória de países que têm subsídios para exportação e que inundam nosso mercado com preços aquém da compreensão”, observa. “É importante também que a indústria nacional ofereça soluções de vidros de maiores dimensões, que é uma tendência mundial da arquitetura”, acrescenta.

Deixe seu comentário