Seção

Produtos

Indústria de ferragens adapta barra antipânico para rotas de fuga com portas de vidro

Aplicadas em saídas para agilizar a evacuação de pessoas em casos de emergência, as barras antipânico também podem ser instaladas em portas de vidro, tornando a rota de fuga visível em ambientes que priorizam a leveza do material

08/05/2019

 

 

As barras antipânico, indicadas para todas as portas que são rotas de fuga em ambientes, pavimentos ou setores com capacidade total acima de 100 pessoas ou com alto risco de explosão, possibilitam que as saídas de emergência sejam liberadas de maneira imediata. “As barras antipânico não são apenas indicações, mais sim exigências normativas do Corpo de Bombeiros. São exigidas nas saídas de locais com grande concentração de pessoas para que, no caso de uma situação de emergência, a evacuação do local seja realizada de maneira rápida, já que o acionamento é simples e fácil”, explica Gabriel Victorino da JRG Barras Anti Pânico do Brasil. “As barras antipânico para portas de vidro em saída de emergência são sistematicamente alinhadas para cumprir todos os regulamentos relevantes.

 

Estes acessórios oferecem segurança máxima, planejamento confiável, design e conveniência. Estes produtos cobrem por completo os requisitos mais comuns de ferragens para locais públicos como hospitais, universidades e escolas, casas noturnas, shopping centers, hotéis e prédios administrativos”, ressalta Alexandre Souza da Edlei Tecnologia e Soluções em Portas. Uma tendência aliada à arquitetura moderna é a aplicação de barras antipânico em portas de vidro, já que este material é amplamente utilizado na construção e fundamental elemento estético dos projetos. “O vidro faz parte da estética da maioria dos ambientes, é um material que traz requinte, e a porta corta-fogo não tem como ser maquiada. O vidro traz essa vantagem e ainda permite a visualização da rota de fuga de ambos os lados”, afirma Sergio Sanchez da DKS, que ressalva que existe tecnologia para a produção de portas corta-fogo em vidro, mas, por se tratar de um produto muito caro, ainda não há investimentos no Brasil.

 

Dante Boccuto Junior, gerente de Produtos da dormakaba, acrescenta que as barras antipânico em portas de vidro são aplicadas em projetos em que a arquitetura exige ambientes mais clean com o aproveitamento da luz natural. “Esse tipo de situação é muito comum em clubes, restaurantes que requerem saídas de emergência em caso de sinistro, entre outras. Observamos também em halls de prédios corporativos cujas portas em vidro dão acesso à rua do edifício”, complementa. Não há uma norma específica para barras antipânico em portas de vidro, que são regulamentadas também pela ABNT NBR 11785, norma que determina os requisitos para fabricação, instalação e manutenção de barras antipânico no Brasil.

 

“Os requisitos da norma são gerais para todas as barras antipânico e um dos mais importantes inclui a largura máxima da barra antipânico de 1,30 mts e altura máxima de 3,50 mts. A norma trata também da necessidade da barra de acionamento cobrir no mínimo 50% da folha da porta, entre outros requisitos e ensaios de desempenho importantes. A barra antipânico é também exigida na norma NBR 9077 (saída de emergência), na norma NBR 9050 (acessibilidade), na NR10 e na NR 23. Além disso, cada estado do País possui sua legislação e exigências específicas”, diz Fabiano Morais da Disafe. 

 

DKS

As barras antipânico da DKS, há 12 anos no mercado, se destacam por sua maior resistência e acabamento perfeito. Possui sistema de funcionamento antiesmagamento de dedos, instalação multi-faces - direita e esquerda e foi desenvolvida especialmente para atender aos mais diversos tipos de acabamento, oferecendo o mais alto desempenho, qualidade e segurança. A DKS é certificada pela ABNT para a produção de Barras Antipânico (NBR-11785), além de ter a certificação internacional UL para a produção das Portas Corta-Fogo P-90 e P-120 (NBR-11742). 

 

“Este é nosso diferencial. Os testes da Falcão Bauer são mais simples, fazem apenas ensaio de 100 mil ciclos, testam ferrugem e névoa salina, avaliações válidas por um período de cinco anos. Já a ABNT tem vários critérios de espessura, comportamento em altas temperaturas, analisa pontos cortantes, dispositivo de abertura, entre outros pontos, é muito mais completo, além da fiscalização ser constante. Um fiscal vem até a empresa ver a linha de fabricação e analisa peça por peça e todos os componentes da produção”, explica Sergio Sanchez, diretor da DKS com mais de 24 anos de experiência no segmento.  

 

A empresa oferece os modelos push horizontal, push dupla, touch simples e touch com trava horizontal em diversas cores - cromo, cinza, branco, preto e vermelho para se adaptarem a cada tipo de porta com suavidade. “A trava vertical proporciona maior estabilidade, distribuindo a pressão exercida na porta, evitando o envergamento da mesma, o que poderia causar a quebra em um usuário e aumento do tumulto em caso de evacuação”, ressalta Sanchez.  

 

 

 

Disafe

As barras fornecidas pela Disafe possuem um excelente acabamento, acionamento silencioso e uma maior facilidade de instalação, pois vêm com suportes pré-montados e possuem diversas regulagens que auxiliam o trabalho dos instaladores. A Disafe também fornece barras antipânico com switch para portas instalação de barra antipânico com fechadura eletromagnética para projetos que necessitem de uma maior segurança patrimonial ou que necessitem da instalação de controles de acesso.   

 

Um dos diferenciais da empresa é a variedade de soluções também para portas de vidro existentes. “Fornecemos barra antipânico tipo push Durati e tipo touch Jaque. Possuímos soluções para portas novas e para portas existentes que precisem da instalação de barras antipânico. Para vidros novos, quando as portas em que serão aplicadas as barras antipânico ainda serão produzidas, é possível fazer uma furação específica, a partir de um gabarito para a instalação de kit de ferragens que vão fixar a barra antipânico na porta de vidro”, descreve Fabiano Morais.


 
Quanto a porta é existente e já tem uma furação feita a Disafe fornece um kit de instalação específico. É indicado para locais de fluxo baixo ou médio já que sua fixação é feita através da colagem do sistema na porta de vidro. Ambos os sistemas são ensaiados e atendem à NBR 11785, oferecendo plena segurança para os usuários. A Disafe possui também um suporte de pós-venda para ajudar em possíveis dúvidas com a instalação ou produto.

 

 

 

 

 

JRG

A JRG oferece barras antipânico modelo push para portas de vidro novas ou já existentes, atendendo sob encomenda quaisquer medidas ou situações. Os modelos JGV10 e JGV20 dispensam furação no vidro, podendo ser aplicados com suportes de perfil de encaixe, tanto em portas novas com nas já existentes. Assim, não é necessário o cliente trocar a porta de vidro devido às furações para a aplicação da barra antipânico.

 

 

 

Dormakaba

As barras da dormakaba séries PHA 2000 tipo crossbar e PHB 3000 tipo pushbar, combinadas às fechaduras externas de aplicação universal PHT compõem uma ampla linha de soluções, não somente para portas com perfil estreito, mas também para portas maciças e pesadas ou similares. Indicado para portas de até 60mm e 200kg, com abertura para direita e esquerda, permite fácil ajuste para diferentes profundidades e alturas de portas. A série PHA 2000 e os dispositivos podem ser usados em uma ampla variedade de portas de vidro temperado.
 


A lingueta extremamente segura é retida no alojador que é normalmente montado no batente. Isso garante que a lingueta seja montada com extrema facilidade e que a porta permaneça seguramente travada. Possui opções de travas horizontais e verticais, tem funções elétricas para aplicações especiais e uma excelente qualidade que garante longa vida útil. As ferragens antipânico da série PHA 2000 e PHB 3000 foram testadas e certificadas de acordo com a norma EN 1125. 


 
Uma das vantagens do sistema modular é necessidade de estocagem reduzida. Uma das empresas que comercializa as barras antipânico PHA 2000 e PHB 3000 é a Edlei, que oferece uma variedade de produtos adequados tanto para portas de vidros quanto para portas de madeira e portas semelhantes de painel duplo. 

 

 

 

 

 

Deixe seu comentário