Seção

Fique por Dentro

ASCEVI inova e lança escola digital buscando promover educação em meio à pandemia

Buscando defender a educação do segmento vidreiro, mesmo em meio à pandemia do coronavírus, a ASCEVI lança sua escola digital

07/10/2020

Buscando defender a educação do segmento vidreiro, mesmo em meio à pandemia do coronavírus, a Associação Catarinense de Empresas Vidreiras (ASCEVI) lança sua escola digital, a ASCEVI TEC, nesta terça-feira (6). A plataforma de ensino tem o objetivo de promover a qualificação da mão de obra para o mercado vidreiro e disseminar informações úteis para todos os elos da cadeia produtiva. O tesoureiro da ASCEVI, Samir Cardoso, destaca a importância da iniciativa neste momento de crise. 

 

"Neste tempo de pandemia a gente precisa estar se reinventando e no setor vidreiro isso não poderia ser diferente, ainda mais quando falamos da ASCEVI, que sempre esteve preocupada com o bem-estar do nosso mercado. A associação não poderia ficar de braço cruzado agora e mais uma vez está se esforçando para levar capacitação e informação para os associados e para o mercado vidreiro como um todo. Pensando na impossibilidade de capacitar presencialmente neste momento, estamos lançando essa plataforma digital que cumprirá esse papel", explica Samir. 

 

O primeiro curso da plataforma já inicia no próximo dia 13 de outubro, será ofertado de forma gratuita e abordará o tema "Excelência em Vidros". A auditora de qualidade, Franciny Marques será quem ministrará essa primeira capacitação. O conteúdo busca auxiliar os profissionais a conhecerem os produtos disponíveis no mercado e suas aplicações conforme as Normas da ABNT. 

 

Franciny possui vasta experiência e atua há mais de 18 anos no segmento vidreiro em todas as etapas de produção e processamento de vidros em geral. Além de auditora líder ISO 9001 e auditora interna de certificação de produtos e processos, ela é consultora de Normas Técnicas da ASCEVI e participante do Comitê CB37 da ABNT.

 

Entre os temas abordados na capacitação estão vidros laminados e temperados, espelhos, vidros texturizados e de alto desempenho. A capacitação contará com quatro módulos, com duração de 45 minutos cada. Cada um deles terá uma avaliação de desempenho, após conclusão dos seus conteúdos. No total, o aluno terá prazo de até 30 dias para conclusão do curso. A emissão do certificado de conclusão da capacitação será emitida automaticamente após a avaliação do último módulo.

 

Todos os envolvidos na cadeia produtiva vidreira, entre eles vidraceiros, arquitetos, engenheiros, instaladores, colaboradores das processadoras, universitários e demais interessados podem participar dessa capacitação. Para isso, basta fazer a inscrição pelo link: https://ascevitec.hotscool.com/registrar

 

A Escola Digital é uma iniciativa patrocinada pelas fabricantes brasileiras AGC, Cebrace, Guardian Glass, Saint Gobain e Vivix e viabilizada pela Associação Brasileira das Indústrias de Vidro (ABIVIDRO). O material desenvolvido para a capacitação é de propriedade intelectual ASCEVI e a plataforma da escola é regulamentada pelo Ministério da Educação (MEC).

 

EAD cresceu durante a pandemia

 

Com essa iniciativa, a ASCEVI atua ao encontro das tendências realizadas no ensino e capacitação durante esse período de pandemia. Devido o isolamento social, o ensino a distância, que já vinha se expandindo no Brasil, está cada vez mais presente na vida dos estudantes. Dessa forma, as instituições que oferecem o ensino em EAD são a que estão mais preparadas para essas novas demandas da educação. 

 

Um estudo sobre as estratégias de ensino remoto adotadas pelas instituições de ensino superior, devido à suspensão das aulas por causa da pandemia de covid-19, realizado pelo conselheiro da Associação Brasileira de Educação a Distância, Marcos Antônio Chaves Ricarte, mostra que 77% das instituições de educação entrevistadas optaram por adotar o ensino remoto emergencial ao invés de suspender as aulas. Sendo que 87,2% das instituições de ensino que adotaram o ensino remoto na época de pandemia já tinham experiência prévia com o ensino em EAD. 

Deixe seu comentário