Seção

Produtos

Vidro laminado: como é feito e suas aplicações

Considerado um vidro de segurança, o vidro laminado é um material flexível para diversas aplicações, mas em algumas instalações com vidro seu uso é recomendado pelas normas técnicas

09/09/2019

O vidro laminado é um vidro de segurança composto por uma ou mais camadas de vidros, intercalados por um ou mais interlayers, que pode ser Poliuretano,  EVA ou resinas. Os vidros laminados podem ser planos ou curvos. O vidro laminado é aplicado quando há a necessidade de maior resistência, como em guarda-corpos, pisos, escadas, visores de piscinas e coberturas. Também pode ser utilizado em outras aplicações para garantir ainda mais resistência como em box de vidro, divisórias, portas, fachadas e fechamento de varanda. 

 

guarda corpo vidro laminado paisagem mar

Guarda-corpo instalado com sistema easy glass da Q-railing

 

Multilaminado

Em pisos, escadas, piscinas e demais aplicações que exigem máxima resistência são inclusive utilizados vidros laminados com mais chapas de vidro, os multilaminados, que passa pelo mesmo processo de beneficiamento, unindo várias camadas de vidros intercaladas com películas de PVB ou outros materiais. Os cálculos são baseados na sua dimensão, cargas exercidas e espessura desejada. Porém, nem sempre a espessura ou quantidade de chapas determinam a sua resistência.  

 

Vidro temperado-laminado

O vidro temperado-laminado é feito a partir da laminação de duas ou mais peças de vidros temperados. O conjunto reúne as qualidades de dois produtos considerados de segurança, com características essenciais para vários tipos de aplicação, sendo cinco vezes mais resistentes que um vidro laminado comum de mesma espessura. Este tipo de vidro bloqueia até 99,6% da radiação ultravioleta e que é possível criar diversas variações no vidro temperado-laminado com as combinações de diferentes tipos de vidros.

 

Podem ser utilizadas películas coloridas de PVB para gerar vidros coloridos. O vidro temperado laminado é também um material com maior isolamento acústico em relação ao vidro comum, podendo ser maximizado com o uso do PVB acústico, o que ajuda a amortecer as vibrações sonoras do vidro. Pode ser aplicado em guarda-corpo autoportante, pisos de vidro, degraus de escada, coberturas de vidro, claraboias de vidro, visores de piscina e aquários, fachadas de vidro.

 

vidro temperado laminado vidro de piscina

 

Etapas do processo de fabricação

1-Corte das lâminas e acabamento de bordas 

2- Lavagem das lâminas com água desmineralizada para o controle da adesão e secagem 

3- Se curvo segue para o forno de curvação, se plano para a sala de montagem

4- montagem (sala limpa) - se for PVB a sala deve estar com o ar desumidificado e temperatura controlada, no caso do Poliuretano ou EVA  deve ter a temperatura controlada

5- Pré-selagem das bordas para eliminação do ar entre as lâminas, através de vácuo por bolsa ou anel de silicone, ou rolos pressores(calandra)

6- Finalização do conjunto através de temperatura e pressão (positiva ou negativa) 

PVB, Sentryglas® e Poliuretano: Pressão positiva, temperatura e tempo através de autoclavagem

EVA:  Estufa específica, dotada de sistema de vácuo, aquecimento e resfriamento

7- Inspeção final da qualidade conforme norma vigente.  

 

Veja também: Quais defeitos podem aparecer no vidro temperado e o que diz a norma

 

 

 

 

Deixe seu comentário