Seção

Empresas e Negócios

Vidro no DNA

Impulsionada pela ampliação de seu parque fabril, Diamanfer atinge novo patamar de crescimento e credita o sucesso ao foco em tecnologia para o setor vidreiro

28/10/2012

Rebolos diamantados usados para lapidação do vidro

Exclusivamente voltada para o setor vidreiro desde sua origem, a Diamanfer chegou ao mercado há vinte anos com a proposta de se tornar a grande especialista em ferramentas para o beneficiamento de vidros. A aproximação com o segmento lhe garantiu um crescimento constante, acelerado pela competência com que soube responder à chegada ao País de uma maquinaria com tecnologia mais avançada. 

 


“As novas máquinas criaram uma demanda por ferramentas que se adaptassem a elas, e a Diamanfer logo identificou essa necessidade e oportunidade”, afirma José Pedro Ruiz, diretor comercial da empresa. Com índice de crescimento em torno de 7% a 10% ao ano até 2009, a Dimanfer ganhou novo fôlego nos negócios com a transferência de sua sede para Atibaia, em março último.

 

A duplicação da capacidade produtiva da empresa em 2010, segundo Pedro, deve ser creditada, em grande parte, a esse importante investimento em infraestrutura. “Diretamente associado à expansão de nossa unidade fabril, nosso
crescimento atual atingiu a marca dos 15%”.

 

 

Tecnologia em prol do vidro


Essenciais no processo de lapidação do vidro, as ferramentas diamantadas produzidas pela Diamanfer atendem tanto o mercado da construção civil, quanto as indústrias automobilística, moveleira e de eletrodomésticos. “Nossa estratégia sempre priorizou desenvolver soluções específicas para o beneficiamento de vidros”, diz Pedro.

 


Segundo o diretor, ter acompanhado de perto os fabricantes de máquinas que chegavam ao Brasil também foi fator fundamental na especificação dos produtos da empresa. “Procuramos desenvolver as ferramentas adequadas aos equipamentos disponíveis no mercado. E em pouco tempo nos tornamos a única empresa dedicada exclusivamente ao setor de vidros planos”, ressalta. “A recompensa foi a fidelização e a confiança da grande maioria dos clientes, que garantiram a consolidação de nossa marca”. Atualmente, a participação de mercado da Diamanfer no segmento de vidros planos gira em torno de 70%. 

 


Em outubro de 2009, a empresa investiu em seu primeiro centro de usinagem, com uma máquina de sinterização automática e outra de sinterização a vácuo. O investimento incluiu a compra de equipamentos de precisão para a inspeção final das ferramentas diamantadas produzidas.

 


Para os próximos anos, a expectativa de crescimento da Diamanfer acompanha a tendência de forte expansão do setor vidreiro. “Daqui para frente, o mercado deverá produzir muito mais em comparação com os últimos anos, e nossa estratégia para acompanhar esse movimento é fechar o foco nos avanços tecnológicos que o setor vai exigir”. Segundo avalia Pedro, um dos desafios à vista é o aumento da concorrência internacional, atraída pelo bom momento da economia brasileira. “Para driblar essa concorrência é preciso continuar investindo em qualidade, pesquisa e tecnologia”, afirma o executivo.

Deixe seu comentário