Seção

Feiras e Eventos

Qualificação para o crescimento

Programa de formaçãoprofissional da Vidro Impresso desenvolve primeiros cursos e já abre vagas para novas turmas

15/06/2016

O instrutor Ricardo Camara orienta sobre a correta instalação em portas, janelas, boxes e molas de piso

A vasta gama de tecnologias relativas à aplicação do vidro na arquitetura desenha um novo cenário para o mercado vidreiro, no qual a qualificação da mão de obra assume particular importância para tirar máximo proveito das soluções inovadoras ofertadas pelas empresas do segmento. “Nosso setor tem avançado em ritmo acelerado nos últimos anos, mas, para que esse crescimento tenha continuidade sobre bases sólidas, é preciso investir em formação e qualificação de mão de obra. Esse é um fator imprescindível para que antigos vícios sejam eliminados e novos sistemas e produtos sejam incorporados pelos projetos, profissionais e também pelo consumidor”, afirma Sergio Koloszuk, diretor da fabricante de ferragens e sistemas Alclean. “Atualmente, isso não ocorre em sincronia com todo o avanço tecnológico verificado em cada elo da cadeia vidreira”, acrescenta.

 

Ciente de que deve fazer a sua parte para suprir essa demanda urgente do setor, a revista Vidro Impresso lançou mão de seu poder de mídia e inaugurou em março o primeiro módulo de seu programa de formação profissional para vidraceiros, os Cursos Vidro Impresso. Realizados em São Paulo, na sede da Anavidro, os dois cursos desse primeiro módulo foram voltados para o tema “Vidro temperado” e abordaram temas como instalação de portas e janelas, boxes e molas de piso, além de conteúdos teóricos como normas técnicas e modelos de projetos para têmpe ra. Cada turma reuniu entre 20 e 25 profissionais em busca de novas habilidades e aperfeiçoamento técnico, como caminho para o crescimento em um setor cada vez mais competitivo e exigente.

 

Realizados em São Paulo, na sede da Anavidro, os dois cursos desse primeiro módulo foram voltados para o tema “Vidro temperado”

 

Segundo o idealizador do programa e diretor da revista Vidro Impresso, Diogo Ortiz, o número limitado de alunos em cada turma contribui para melhor aproveitamento das aulas, além de garantir que cada participante tenha oportunidade de executar na prática os ensinamentos do professor Ricardo Câmara. Entre outras orientações sobre as melhores formas de atuar no segmento, o instrutor da Central do Vidraceiro apresentou passo a passo uma série de aplicações do vidro temperado na construção civil.

 

“O desafio de gerir um negócio no ramo de vidraçarias requer preparo e conhecimento técnico. Abrir a própria vidraçaria pode ser uma decisão lucrativa, mas pressupõe conhecer a fundo os produtos, as ferramentas, as técnicas de instalação e, mais do que isso, os processos administrativos do negócio. O momento econômico do País indica que quem não estiver preparado vai morrer na praia”, observa Ortiz. “Por outro lado, o aumento da demanda e do consumo depende, entre outros fatores, de qualificação dos profissionais que atuam na ponta da cadeia, lidando diretamente com o consumidor final”.

 

 Apresentação da fabricante de ferragens Alclean, uma das patrocinadoras do curso

 

Parcerias valiosas

 

A primeira etapa do programa contou com o patrocínio das empresas Ideia Glass, Landy Kits, WR Glass, AL Puxadores, Alclean, UBV, Marix e Ludufix, além do apoio da Anavidro e da Central do Vidraceiro. “Acreditamos que para ser moderno, mais do que de máquinas, o setor vidreiro necessita da capacitação do vidraceiro”, ressalta Koloszuk, da Alclean. “Afinal, é o vidraceiro quem está em contato direto com o mercado e é ele quem dá cara ao vidro. Além disso, uma mão de obra qualificada torna-se mais ágil e eficiente, conhece melhor os recursos e técnicas para reduzir o tempo de montagem e instalação e, dessa forma, aumentar a disponibilidade para mais obras.”

 

A parceria com o instrutor Ricardo Câmara é considerada particularmente estratégica, afirma Ortiz: “Trata-se de um professor com muitos anos de experiência no setor e que sabe falar a ‘língua do vidraceiro’. Por ter vivenciado esse universo, tem profundo conhecimento sobre as necessidades específicas desses profissionais e suas relações com os clientes”. O êxito do primeiro módulo motivou a abertura de novas turmas, agendadas para os dias 29 e 30 junho, das 08:00 às 17:00h, na sede da Anavidro (Associação Nacional de Vidraçarias), em São Paulo. As inscrições podem ser feitas pelo site (www.vidroimpresso.com.br). Ao final do curso, os alunos recebem apostila com todo conteúdo teórico e certificado de conclusão.

 

 

Participantes exibem certificado de conclusão. A partir de julho, será iniciado o segundo módulo do programa, que inclui os cursos de envidraçamento

 

A partir de julho, será iniciado o segundo modulo do programa, que inclui os cursos de envidraçamento. “Na sequência, lançaremos o curso pele de vidro”, afirma Ortiz, que aponta a limitação técnica da mão de obra como um obstáculo para o desenvolvimento do setor. “A iniciativa da Vidro Impresso pode parecer um grão de areia no deserto, tendo em vista tudo que precisa ser feito em termos de qualificação profissional no segmento, mas nosso intuito é aumentar exponencialmente o número de pessoas habilitadas pelo programa, assim como a oferta de cursos, já em 2016”, ressalta o diretor.

 

Amostras de produtos em destaque das empresas patrocinadoras foram expostas e distribuídas aos profissionais 

Deixe seu comentário