Seção

Arte em Vidro

Mosaico decorativo

Através da pintura a frio em vidros é possível obter um resultado que se confunde, algumas vezes, com granitos raros. Com ela, podemos chegar a qualquer tom e produzir diversas peças para os ambientes.

10/10/2013

“O que me atrai no vidro é realmente a leveza visual do material, mas também o brilho e o baixo custo para produção.”

Tão comum em nossas vidas, o vidro,por muitas vezes, passa despercebido. Mas basta olharmos em nossa volta com um pouco mais de cuidado, que o notaremos nas janelas, lâmpadas, mesas de refeições em diferentes formatos – quadrado, retangular ou redondo –, nas garrafas de vinhos e espumantes, copos e diversas peças decorativas. Não podemos nos esquecer também que muitas pessoas enxergam através dele, com os óculos e as lentes de vidro.

 

E o que será que faz este material versátil ter tantas aplicações e permanecer ano após ano sendo utilizado em diferentes áreas? Deve ser justamente devido a sua versatilidade.

 

Particularmente, o que atrai e faz com que me dedique tanto tempo em pesquisas relacionadas ao tema é realmente a leveza visual deste material. O brilho e o baixo custo para a produção também são fatores determinantes desta escolha.

 

Além disso, através da técnica de pintura a frio, consigo um excelente resultado, fazendo confundir as peças com granitos raros. O fato de obter qualquer tom para o ambiente, através desta técnica, e produzir uma peça decorativa exclusiva para os espaços, também me encanta e desta forma decidi permanecer nas pesquisas. 

 

Na pintura a frio, a tinta precisa ser misturadanão apenas ao diluente, mas também a um catalisador, antes de ser utilizada, para atingir a aderência necessária.

 

O diferencial desta técnica, é que os vidros não passam pelo processo de têmpera e não precisam ficar em estufa para realizar a cura (secagem) da tinta. Atualmente, recebo diversas pessoas de Curitiba e de outros estados.

 

Assim posso dividir as descobertas através de cursos e palestras, que são ministrados no meu ateliê. Como resultado do trabalho, vejo que consegui suavizar o mosaico através do uso do vidro aliado à pintura a frio e organização das tesselas (peças do mosaico).

 

E o mais gratificante, é poder compartilhar com outras pessoas a técnica e proporcionar aos profissionais, que atuam na mesma área, um trabalho totalmente exclusivo.

 

Deixe seu comentário