Seção

Empresas e Negócios

Fixadores em aço inox

Com uma linha de mais de 15 mil itens, a Ludufix construiu uma história de credibilidade no mercado graças à sua busca incessante por qualidade e em atender todas as demandas de seus clientes

16/08/2016

Pró-atividade é o lema da Ludufix. Eduardo Abreu, incansável e sedento por novos horizontes, transformou uma empresa de representação comercial em uma fabricante e distribuidora de alcance nacional de parafusos e fixadores Industriais. Especializada em rebites de repuxo, hoje a empresa conta com uma linha de 15.000 itens de fixadores. “Sempre buscamos alguma inovação em questão de fixadores, trabalhamos muito na qualidade de aço inox – nosso carro chefe – pois é um diferencial que agrega qualidade nos produtos finais dos nossos clientes”, conta Abreu. Além dessa matéria-prima, a empresa utiliza alumínio liga para trazer ainda mais legitimidade e qualidade aos seus fixadores.


Mas o sucesso não surgiu de um dia para o outro. O sócio-diretor da empresa conta que começou no mercado de fixadores como vendedor técnico, 28 anos atrás. Antes disso, atuava em um ramo totalmente alheio ao atual: o de laticínios. Após alguns anos representando a GESIPA – multinacional alemã – o então jovem empreendedor farejou uma carência no mercado de distribuição a pequenos consumidores. “No início, como o capital era curto, comecei com a técnica de venda casada. Ou seja, primeiro vendia o produto e depois o comprava na fábrica para entregar. Eu mesmo vendia, embalava e entregava todos os pedidos. Isso durou seis meses, até que eu contratar uma pessoa para me auxiliar, e assim fui ganhando clientes”, relembra.

 

Estoque para atender prontamente

 

“Nosso investimento é sempre em estoque de material, em especial os parafusos de aço inox. Hoje trabalhamos com nossos clientes para atendê-los dentro de sua demanda média mensal para assim não haver falta de material”, sublinha Abreu. Sua divulgação não se limita apenas ao boca a boca. A empresa investe também em mídia impressa e mala direta, patrocina cursos de capacitação de vidraceiros e não ignora possíveis talentos que possam surgir  salas de aula. “Estamos em um momento delicado, mas é um setor que tem muito a crescer nos próximos anos e é necessário estar sempre de olho”, aponta o empresário, que acredita que a falta de credibilidade é ainda mais grave que a própria crise econômica. 


Com os novos negócios gerados a cada dia, o volume de vendas aumentou e a Ludufix foi adequando sua estrutura. Hoje instalada em uma área de 500m², a empresa consegue atender todo o território nacional. Depois de muito suar a camisa, Eduardo Abreu está à frente de uma empresa que, mesmo com a crise no país, se mantém estável sem grandes dificuldades. Além de estar sempre buscando uma participação ativa no mercado, a Ludufix tem fidelizado as parcerias antigas e trabalha com certificação ISO e o controle de qualidade interno em seus materiais. Entregas no prazo e novas pesquisas também fazem a fabricante de fixadores seguir como um exemplo de solidificação em um mercado de nichos e exigências técnicas. 

 

 

Deixe seu comentário