Seção

Feiras e Eventos

FESQUA e VITECH: R$ 180 milhões em negócios gerados

Realizada em conjunto com a 1ª Feira Internacional do Vidro, edição 2010 do maior evento de esquadrias da América Latina atinge novo patamar de representação no mercado

14/06/2016

Detalhe de vidro especial termoacústico, destaque no estande da PKO

De acordo com estimativas da Afeal (Associação Nacional de Fabricantes de Esquadrias) e Afeaço (Associação Nacional de Fabricantes de Esquadrias de Aço), o setor de esquadrias de alumínio registrou em 2009 um faturamento de cerca R$ 2,4 bilhões e deve crescer cerca de 34% em 2010, atingindo R$ 3,3 bilhões em faturamento. O momento de efervescência por que passa o setor evidenciou-se particularmente no mês de outubro, quando cerca de 280 empresas fabricantes nacionais e internacionais de esquadrias, vidros e acessórios reuniram-se em São Paulo para apresentar seus produtos e lançamentos durante a FESQUA /VITECH 2010.

 


Realizado entre os dias 20 e 23, o evento recebeu mais de 22 mil visitantes e superou todas as expectativas do mercado, tendo atingido um novo patamar de representação na América Latina. “A cadeia produtiva esteve mais bem representada nesta edição, e tivemos uma visitação muito qualificada”, afirma José Roberto Sevieri, presidente do Grupo CIPA e organizador do encontro. Com um aumento de 34% no número de expositores, a FESQUA/VITECH ocupou um pavilhão inteiro do Expo-Imigrantes e atingiu a marca de mais de R$ 180 milhões em negócios gerados. Para Sevieri, a união entre os setores do vidro
e alumínio foi o principal fator para esse sucesso. “O vidro e o alumínio formam um casamento perfeito”, afirmou o empresário durante a feira. “Essa é a única feira que apresenta todas as soluções em um só lugar”.

 

 

Uma novidade da FESQUA 2010, que gerou expressiva visitação foi a Fábrica de Esquadrias, que demonstrou ao público todo o processo de fabricação desse produto, do corte do perfil à embalagem para entrega. “A Fesqua é o momento ideal para o setor se renovar, conhecer lançamentos, estabelecer contatos e também dar aos iniciantes uma visão completa de seu processo produtivo”, explica César Tavares, organizador do evento.

 


Além da realização paralela da 1ª Feira Internacional do Vidro – VITECH, que possibilitou aos visitantes acompanhar as novidades dos diversos tipos de modelagens e composições em vidraçaria, a sinergia entre os setores trouxe à feira eventos ligados à construção civil, como a Expo Serralheria (Exposição de Produtos e Equipamentos para Serralheria), SEBRASER (Seminário Brasileiro de Serralheria) e Tecno Fachadas (Salão de Tecnologia e Acabamento de Fachadas).

 


PKO: vidros do futuro

O estande da PKO do Brasil apresentou, entre outras novidades, o vidro insulado e o PKO Privacy Glass. Também conhecido como vidro duplo ou vidro termoacústico, o vidro insulado impede a penetração do calor proveniente da radiação solar, além de proporcionar grande conforto acústico, por garantir
maior bloqueio do som. 

 


A empresa apresentou, ainda, o vidro insulado triplo, que conta com a mesma tecnologia do duplo, mas com uma tripla selagem e vidro insulado defasado em até quatro lados. Já o PKO Privacy Glass é o único processo no Brasil que permite transformar o vidro transparente em branco translúcido por meio de um simples botão. Produzido por um processo de laminação de dois vidros com um filme de cristal líquido com polímeros dispersos, o produto oferece privacidade instantânea e pode ser usado nos mais diversos ambientes. “Com cores e formas diferenciadas, o PKO Privacy Glass é uma verdadeira releitura do vidro, permitindo que arquitetos e designers incorporem em seus projetos o equilíbrio entre a privacidade e o fluxo de luz, sem deixar o ambiente pesado, tornando os empreendimentos mais criativos”, afirma.

Deixe seu comentário