Seção

Arquitetura e Vidro

Estrutura de vidro e aço cria cobertura em sinergia com as ondas do mar carioca

110 toneladas de aço carbono pintado e 503 peças triangulares de vidro low iron, formando 52m de comprimento, 24 m de largura e 14 m de altura no ponto máximo, totalizam aproximadamente 1.130 m² de área

28/11/2017

Situado na Barra da Tijuca, um dos bairros mais valorizados do Rio de Janeiro, o Casa Shopping - maior shopping de decoração da América Latina, passou um projeto de expansão há cerca de três anos que acrescentou quatro novos blocos de lojas, salas comerciais, restaurantes, um centro de convenções e hotel ao empreendimento. A reforma ainda dobrou sua área de circulação de carros, oferecendo mais 1.000 novas vagas em 25 mil m² de estacionamento.


Porém, o grande destaque do projeto é uma arrojada cobertura de vidro no vão central, fazendo a ligação com a entrada principal, formada por uma estrutura ondular fabricada em aço com uma projeção de mais de 1.000 m². A estrutura, batizada de "Onda Carioca", por remeter às ondas do mar, foi projetada pelo reconhecido arquiteto israelense Nir Sivan e recebeu investimento de R$ 10 milhões.

 

A estrutura de metal e vidro, fornecida pela empresa alemã especializada em estruturas, fachadas e coberturas de vidros especiais Seele - que executou obras de relevância mundial como o Cubo da Apple de Nova Iorque, tem 110 toneladas de aço carbono pintado e 503 peças triangulares de vidro low iron, formando 52m de comprimento, 24 m de largura e 14 m de altura no ponto máximo, o que totaliza aproximadamente 1.130 m² de área.

 

 

O low iron é um tipo de vidro que emprega baixas quantidades de metal em sua composição, proporcionando maior transparência à superfície. O material foi escolhido para se obter uma cobertura mais transparente, que evidenciasse a malha da estrutura metálica. Os vidros low iron são semitemperados e laminados de 8+8 mm, compostos por duas camadas de 8 mm de espessura unidas por uma camada de PVB (polivinilbutiral) de 1,5 mm, o que favorece a força restante em caso de quebra. Em cada um dos três lados das peças de vidro foram utilizados dois grampos de fixação do aço inox pintado.

 

O espaço, que surpreende pela ausência de colunas e valorização da transparência, foi planejado para envolver as pessoas e os carros que passam por lá. Serão apenas 11 pontos de apoio (5 no nível inferior e 6 no nível superior) e quase a metade da cobertura fica em balanço para cada lado. A união do conjunto é garantida, na maior parte de suas junções, por parafusos. O cálculo estrutural do conjunto foi feito pelo escritório alemão Knippers Helbig GmbH.

 

A complexidade geométrica do conjunto foi considerada pelos profissionais da área técnica da Seele o principal desafio do projeto. Por isso, a equipe decidiu fabricar os componentes da estrutura metálica na unidade industrial da República Tcheca. Segundo a empresa, o vidro empregado na cobertura exige propriedades da estrutura que não estão desenvolvidas no mercado brasileiro.

 

 

 

 

 

Deixe seu comentário