Seção

Feiras e Eventos

Energia solar em debate

A cidade de Campinas recebeu, nos dias 9 e 10 de novembro, o primeiro CB-SOL – Congresso Brasileiro de Aquecimento Solar. Realizado pela ABRAVA – Associação Brasileira de Refrigeração, Ar Condicionado, Ventilação e Aquecimento, por meio de seu Depart

29/05/2016

Paineis Solares

A cidade de Campinas recebeu, nos dias 9 e 10 de novembro, o primeiro CB-SOL – Congresso Brasileiro de Aquecimento Solar. Realizado pela ABRAVA – Associação Brasileira de Refrigeração, Ar Condicionado, Ventilação e Aquecimento, por meio de seu Departamento Nacional de Aquecimento Solar, o evento teve como tema central as tecnologias e negócios de sistemas de aquecimento solar. 

 

 

 

O CB-SOL contou com a parceria da Unicamp – Universidade Estadual de Campinas, que, por meio da Faculdade de Engenharia Civil, Arquitetura e Urbanismo e do NIPE – Núcleo Interdisciplinar de Planejamento Energético, colaborou na preparação do programa técnicocientífico. 

 

 

Entre os temas em pauta, o CB-SOL focalizou as principais políticas públicas para disseminação do uso de sistemas de aquecimento solar (SAS); os incentivos, programas de efi ciência energética e as dimensões tecnológicas, energéticas e do clima; construção sustentável e sistemas de aquecimento solar nos projetos de efi ciência energética das concessionárias; integração do aquecimento solar na arquitetura contemporânea; qualidade dos materiais, critérios de aplicação e desempenho; e os padrões mínimos de efi ciência energética em habitações e o papel da energia solar.

 

 


A professora Elizabeth Marques Duarte Pereira, do Centro Universitário UNA-MG, apresentou a Rede Procel Solar, projeto lançado pela Eletrobras/Procel e coordenado por ela, para a criação de sete centros de capacitação no Brasil. Realizada em paralelo, a ExpoSolar – Feira e Exposição de Sistemas de Aquecimento Solar –, apresentou novas tecnologias e aproximou fabricantes, fornecedores, construtoras e representantes do governo ligados às áreas de habitação e energia, assim como instituições fi nanceiras que incentivam o setor de aquecimento solar.

Deixe seu comentário