Seção

Empresas e Negócios

Em linha com o setor vidreiro

Empreendedorismo, customização de produtos e parcerias estratégicas marcam trajetória da Canaltec no mercado de abrasivos

03/11/2012

A crescente aproximação com o setor, aliada ao espírito empreendedor de seus dirigentes, levou a Canaltec a abrir outras frentes e explorar novos nichos

Especializada em rebolos diamantados e de polimento, a Canaltec chegou ao mercado de abrasivos, há quinze anos, com a proposta de se tornar referência na fabricação de ferramentas para beneficiamento do vidro. Em um setor já marcado por forte concorrência, a empresa iniciou suas atividades com a fabricação de ferramentas diamantadas com ligas metálicas e resinóides.

 

 

Em dois anos, o cenário do mercado apontava a necessidade de ampliação do portfólio. “Foi então que firmamos uma parceria com a Reboviza para a fabricação de rebolos de borracha, o que impulsionou nossa expansão no segmento”, conta a coordenadora de marketing da Canaltec, Érika Teixeira. E acrescenta: “A parceria foi uma oportunidade de negócio. Só havia um fabricante nacional de rebolo de borracha, e a Reboviza tinha experiência em borracha, mas não conhecia o mercado do vidro. Então Iniciamos a fabricação para atender o mercado vidreiro”.

 

 


A crescente aproximação com o setor, aliada ao espírito empreendedor de seus dirigentes, levou a Canaltec a abrir outras frentes e explorar novos nichos. antecipando-se à chegada de tecnologias de ponta agregadas às ferramentas e equipamentos para o segmento vidreiro, a empresa passou a atuar como representante no ramo de comercialização de máquinas. “Nossa visão na época nos indicava que a parceria máquina-ferramenta seria um caminho bastante saudável e de longa duração”, afirma Érika.

 

 

“As dificuldades de introduzir uma nova marca no mercado foram sendo contornadas a partir de parcerias e da oferta de produtos diferenciados, além das ferramentas que já fabricávamos e que sempre foram o carro-chefe da empresa. Hoje, somos a única empresa brasileira fabricante de linhas diamantadas e de polimento voltadas para o retrabalho do vidro.”

 

 

 Novas alianças foram firmadas a partir de 2004, quando a Canaltec passou a atuar como representante de uma fabricante catarinense de máquinas, com 25 anos de mercado, na comercialização de fornos para têmpera de vidro. No ano seguinte, a empresa ganhou novo impulso a partir de uma parceria para venda de fornos horizontais da SGlass, consolidada até os dias atuais. “O segmento de fornos foi o que mais nos surpreendeu. Por se tratar de um item de muito valor agregado, achávamos que teríamos uma participação pequena nesse mercado. Mas acabamos vendendo
mais de 80 fornos em menos de cinco anos.”

Deixe seu comentário