Seção

Flash

Durst traz ao Brasil nova impressora para vidros

A linha Rho Vetrocer é composta por três modelos, que variam de acordo com a largura máxima usada

18/08/2016

A Durst Brasil anuncia a nova impressora industrial Rho Vetrocer, um equipamento especialmente projetado para impressão em vidros para aplicações decorativas (uso interno) e aplicações técnicas, incluindo segmento industrial (automotivo, veículos especiais, linha de eletrodomésticos, elevadores etc.). Apresentada oficialmente ao mercado na última China Glass 2016, o modelo Rho Vetrocer 250 suporta largura de até 2,5 metros, possui mecanismo especial de transporte no qual a mídia é conduzida por meio de ventosas pela mesa de impressão, evitando deslocamento ou qualquer tipo de atrito.  Isso aumenta a precisão e influencia na qualidade visual final.

 

Sua tecnologia de impressão conta com sistema de cabeçotes Durst Variodrop-CF e, uma vez impressas, as mídias já saem semi-secas graças ao sistema de secagem interno do equipamento. Então, podem ir para fornos de têmpera, onde são submetidas à queima de cerca de 680° C. Entre as aplicações realizadas pela série Rho Vetrocer está a produção de vidros decorados para ambientes interiores e casas e escritórios, ou, ainda, de acordo com o modelo, suportar aplicações em que é necessária maior durabilidade, como áreas externas em prédios, painéis solares, sinalização externa em vidro, vidros de veículos especiais, como trens ou veículos de trabalho. 

 

A linha Rho Vetrocer é composta por três modelos, que variam de acordo com a largura máxima usada: 160, 250 e 300 cm. Graças a seu sistema patenteado de transporte, único na indústria, assegura transporte da mídia com maior estabilidade e segurança durante a impressão, que ocorre de modo direto sobre a superfície do vidro. Em detalhes, a peça plana de vidro fica sobre uma superfície com pequenas esferas de náilon e que utilizam o vácuo para conduzir a mídia sobre a mesa do equipamento até as cabeças de impressão.  A tolerância de variações e de precisão de posicionamento é controlada com precisão por um sistema digital que permite desvios máximos de 0,1 mm, garantindo assim alta qualidade na impressão as imagens e baixa necessidade de intervenção manual. Então, o vidro é transportado para as cabeças de impressão e, em seguida, para um sistema de secagem.

 

Deixe seu comentário