Seção

Papo Direto

Crescimento contínuo

Ligia Amorim

04/08/2016

Ligia Amorim, diretora-geral da NürnbergMesse Brasil

Importantes encontros de negócios no Brasil e no mundo prometem fazer de 2014 um ano de boas oportunidades para os profissionais do ramo vidreiro. Em âmbito nacional, o mais expressivo deles está marcado para os dias 21 a 24 de maio, em São Paulo, e espera receber novo recorde de visitantes e expositores.

 

Reconhecida como a principal plataforma de negócios do setor, a Glass South America demonstra crescimento contínuo edição após edição, e os números de 2014 já confirmam esse mo-vimento ascendente. De acordo com Ligia Amorim, diretora-geral da NürnbergMesse Brasil, empresa organizadora do evento, o sucesso da feira pode ser antevisto pelos 15% de aumento da área total da exposição, além de um número de expositores 20% maior em relação à última edição, realizada em 2012. “As empresas do setor veem a GSA como o espaço ideal para fechar negócios, fazer networking e, principalmente, lançar produtos, tanto no mercado nacional como no latino-americano”, afi rma a diretora. Em entrevista a Vidro Impresso, Ligia expõe as expectativas para o evento, que mais uma vez será realizado paralelamente ao Glass Performance (GPD) South America, versão continental do maior congresso do mundo do vidro e que este ano espera receber cerca de 12 mil pessoas, entre empresá-rios, executivos e profissionais do vidro, além de arquitetos, instaladores, consultores e profissionais ligados às indústrias da construção, moveleira e automotiva. 

 

Qual o significado da Glass South America para o mundo do vidro?

A Glass South America, evento bienal organizado pela NürnbergMesse Brasil, é a principal plataforma de negócios e tendências do setor vidreiro na América Latina. O evento tem crescido a cada edição, e este ano terá um aumento de 20% no número de expositores em relação a 2012. Além disso, tem sido a ocasião escolhida pelas empresas do setor para lançar produtos no mercado. De um modo geral, a feira oferece aos participantes um rico panorama do mercado, permite fazer um diagnóstico deste mercado, conferir o que está sendo esenvolvido por concorrentes, comprar produtos eajustar estratégias de atuação.

 

Fale um pouco sobre a Nürnberg-Messe e sua atuação no Brasil.

O trabalho da NMB transcende aorganização de feiras – é idealizado para criar experiências, conectar pessoas e compartilhar conhecimento.
Propiciamos aos nossos parceiros um canal facilitador de negócios entre empresas e países, sobretudo pela similaridade do portfólio de feiras que realizamos
no País e no mundo. A empresa tem sua sede na Alemanha, na própria cidade de Nürenberg, e, além do Brasil, mantém subsidiárias nos Estados Unidos, China, Índia e Itália. A empresa chegou ao Brasil em 2009, após adquirir o braço de feiras de negócios da Nielsen Business Media. A similaridade de portfólio com as feiras já desenvolvidas pela matriz e a sinergia com o estilo de gestão favoreceram a negociação e a decisão de compra.
A sucursal brasileira representou 50% do faturamento internacional do grupo em 2012. No Brasil, a empresa é responsável por promover algumas das principais feiras de negócios para setores estratégicos e em ascensão. Nossos eventos mais importantes aqui são: FCE Pharma e FCE Cosmetique, PET South America, PET Rio Expo, Glass South America, Analitica Latin America, BIOFACH América Latina e ExpoSustentat.

 

Qual a relação entre a Glass South America e os principais eventos vidreiros internacionais?

A Glass South América é reconhecida como a principal plataforma de negócios na América Latina e a segunda feira de maior importância no cenário internacional.
Assim como a Glasstec – Alemanha, Vitrum – Itália e Glass Built América – USA, a mostra reúne as principais marcas do setor e é uma das únicas onde o visitante tem a oportunidade de visualizar máquinas em funcionamento.

 

Há quanto tempo atua como diretora da NürnbergMesse no Brasil e quais têm sido suas principais ações à frente da empresa?

Tenho uma trajetória de mais de 17 anos no desenvolvimento de feiras de negócios no Brasil. Em 2006, passei a atuar como diretora de feiras da Nielsen Business Media e, em 2009, quando a NürnbergMesse adquiriu essa unidade de negócio da empresa, passei a ser a diretora--geral da NürnbergMesse Brasil. À frente da sucursal brasileira, tenho
como foco a realização de plataformas de negócios em mercados estratégicos no País e na América Latina, sempre zelando pelo nível dos eventos, bom relacionamento com fornecedores e clientes.

 

Quantos expositores estarão na Glass South America e que setores da cadeia vidreira representam? Houve aumento com relação ao ano anterior?

Nesta edição, mais de 200 marcas apresentarão os principais destaques e lançamentos para o setor vidreiro.

Como principal plataforma de negócios do segmento, a Glass South America, reflete o bom momento desse mercado. Nossa estimativa é de 15% de aumento da área total de exposição e 21% de novos expositores.


Qual o público esperado para a Glass South America 2014? Qual o perfil desse público?

Acompanhando o crescimento do mercado, a 11ª edição da Glass South America espera receber cerca de 12 mil profissionais do setor e de outros como construção civil, arquitetura, indústria automotiva e moveleira.

 

Quais serão as principais novidades da mostra em relação às edições anteriores?

Uma das novidades é a estreia do 1º Summit Glass. Desenvolvido para apresentar ideias sobre o uso do vidro, o evento proporcionará a designers, engenheiros e arquitetos uma nova visão sobre as tendências do setor. As principais tecnologias e tendências para o mercado vidreiro serão apresentadas na 3ª edição do Glass Performance Days (GPD), um fórum dedicado ao desenvolvimento da indústria global de vidros. Organizado em parceria com a Glaston Finlândia, o GPD oferece conteúdo inovador por meio de consagrados palestrantes do segmento. Entre outros temas, o fórum abordará o estudo de caso sobre a Arena Corinthians, construída em São Paulo para a abertura da Copa do Mundo e que recebeu vidros com tecnologia especial. A Solar Glass Expo também tem seu lugar reservado durante essa edição. Com foco em sustentabilidade, a conferência reunirá importantes empresas para debater sobre eficiência energética e sobre o mercado fotovoltaico.

 

Qual será a representatividade de expositores internacionais?

Dentre as 200 marcas expositoras, participam 35 internacionais, vindas dos Estados Unidos, Itália, Espanha, Inglaterra, Áustria, Alemanha, Emirados Árabes, Israel e Bélgica. Isso demonstra claramente que as empresas ainda veem o Brasil como um país de oportunidades. 

 

Como avalia o cenário do mercado vidreiro no Brasil? Quais as principais mudanças nos últimos anos?

De modo muito positivo. Segundo o Panorama 2013 da Associação Brasileira de Distribuidores e Processadores de Vidros Planos (Abravidro), a cadeia produtiva está crescendo e se tornando cada vez mais robusta. Entre as razões para esse crescimento, destaca-se que mais de 70% dos vidros consumidos no País são automotivos ou com valor agregado de processamento. Em apenas três anos, quase dobrou o consumo de laminados. Esses e outros fatores geraram um faturamento de mais de R$ 4 bilhões por ano para a indústria de transformação.


Além disso, projetos como Minha casa minha vida, a Copa do Mundo e os Jogos Olímpicos, aliado à facilidade de crédito, impulsionaram o mercado da Construção
Civil e, consequentemente, a demanda de vidros.

 

Como avalia a evolução do evento desde sua primeira edição? Quais os segmentos que mais cresceramde lá para cá?

A Glass South América é considerada a principal plataforma de negócios da América Latina e o segundo evento de maior importância para o setor no mundo. podemos destacar o desenvolvimento do setor de tecnologia, que atraiu expositores internacionais, demandando um aumento expressivo da área de exposição.

 

Conte-nos um pouco sobre os principais destaques e inovações tecnológicas esperados para este ano.

Pela primeira vez na Glass South America, a israelense Gauzy - fornecedora-líder em projetos de vidro de cristal líquido e na instalação de filmes laminados LC em diferentes aplicações, tais como eletrodomésticos, arquitetura, construção civil, indústria automotiva e muitos outros segmentos – mostrará ao mercado latino-americano sua tecnologia de controle inovador que permite lidar com vidro como nunca antes. O Dim Glass” possui várias fases de transparência, possibilitando a criação de cortinas de vidro, a inserção de células solares transparentes em janelas de vidro e alcance de várias inovações relacionadas com vidro nas indústrias automotiva e de aviação.

Deixe seu comentário