Seção

Fique por Dentro

Corpo fechado

Mercado de blindados avança no Brasil e estimula a busca de novas tecnologias na fabricação de produtos customizados para veículos e para a construção civil

24/07/2016

Os altos índices de violência nas grandes cidades têm impactado a demanda por vidros blindados

Os altos índices de violência nas grandes cidades têm impactado a demanda por vidros blindados, tanto no setor automotivo como na construção civil. De acordo com levantamento da Associação Brasileira de Blindagem (ABRABLIN), o segmento de blindagem de veículos bateu recorde no país em 2010. Mais de 7 mil veículos receberam esse tipo de proteção no ano, um aumento de 5,86% na comparação com 2009. “A pesquisa revela que a sensação de insegurança diante da criminalidade é o grande motivador do cidadão na busca pela proteção blindada. O levantamento mostra também que esse tipo de proteção vem se deslocando do eixo Rio-São Paulo, consequência do aumento da violência em outras cidades do País. Tal fato, somado ao aquecimento na economia, resultou no número recorde de blindagens”, explica Christian Conde, presidente da ABRABLIN.

 

 


No setor da construção não é diferente. Segundo Lucas Harada, gerente de marketing da Blindaço, empresa especializada em blindagem arquitetônica, a demanda por blindados no segmento apresentou um crescimento da ordem de 30% no último ano. “Hoje esses vidros já são aplicados em fachadas completas de prédios, o que exige uma tecnologia específica não só de fabricação como também de logística e instalação”, afirma Harada.

 

 

Atentas a essa tendência do mercado, empresas já consolidadas no ramo de blindados têm concentrado investimentos em novas frentes de atuação para aumentar sua participação nos dois setores. É o caso da Fanavid, que recentemente anunciou estar alocando seu know how de vidros blindados automotivos para o mercado de arquitetura e construção civil. Aplicada desde 2004 em presídios e em quase 200 bases da Polícia Militar, delegacias e postos da Polícia Rodoviária Estadual,
a linha de blindados espera atender a crescente demanda por mais segurança em empreendimentos civis. “A ação é um exemplo de como a Fanavid vem ampliando sua atuação no mercado da construção.

 

 

 

Nos últimos dois anos aplicamos o equivalente a 10% de nosso faturamento na aquisição de equipamentos, treinamento e capacitação de colaboradores, e no desenvolvimento de novos produtos”, afirma Nelson Luís Ferreira, gerente de produção de vidros blindados da Fanavid.
Líder mundial no segmento de vidros blindados curvos e planos, a multinacional AGP também tem aumentado nos últimos anos sua participação no fornecimento para os segmentos automotivo (montadoras e blindadoras), militar, arquitetônico, marítimo, ferroviário e industrial. Há mais de 45 anos nesse mercado, a empresa tem participado de importantes projetos arquitetônicos com vidros blindados, voltados para proteção pessoal, comercial, militar e governamental.

Deixe seu comentário