Seção

Arquitetura e Vidro

Conforto na hora das compras

Projetos arrojados e criativos abusam da aplicação do vidro para agregar beleza, vista privilegiada e uso racional de energia aos shoppings centers

01/10/1949

O átrio do shopping Estação, em Curitiba, tem fachada curva coroada por uma enorme cúpula de vidro de 20 metros de diâmetro, construída com o sistema Skylight, da Engevidros. O vidro está apoiado sobre gaxetas de EPDM, encaixadas em ranhuras existent

Empreendimento premiado internacionalmente, o Salvador Shopping alia o desenho arquitetônico das claraboias e fachadas transparentes ao uso de vidros duplos serigrafados, com câmara de ar herméticanos locais de insolação mais crítica. Nove coberturas curvas de vidro proporcionam transparência ao conjunto. A especificação dos vidros, que levou em conta as elevadas temperaturas de Salvador, recaiu sobre os vidros duplos Solar-E, da Pilkington. Nove coberturas curvas de vidro, projetadas com encontros de vários arcos metálicos, proporcionam transparência ao conjunto. No total, são 8,5 mil metros quadrados de área envidraçada de fachadas e coberturas, que permitem a entrada generosa de luz natural e favorecem a otimização de recursos naturais. Com estrutura de metal e vidro, a monumental escada que interliga todos os andares recebeu degraus e patamares de vidro laminado de 20 milímetros com PVB opaco.

 

As perspectivas de vendas para o Natal deste ano não poderiam ser mais otimistas. Estimativas da Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas do
Estado de São Paulo apontam um crescimento das vendas em todo o Estado, naquele que poderá ser o melhor final de ano de todos os tempos para o varejo.

 

Tais expectativas antecipam grande afluência aos shopping centers não só de São Paulo, mas de todo o Brasil, país que mais construiu empreendimentos desse tipo nos últimos 30 anos. Somente entre 2000 e 2007, o número de shoppings brasileiros saltou de 281 para 346
e, no últimos três anos, foram mais de 30 inaugurações.

 

 

Práticos, bem iluminados e confortáveis, os shoppings se fortalecem como a opção preferida do público para as compras de Natal. Para garantir o conforto necessário, projetos arrojados e criativos passaram a explorar superfícies envidraçadas cada vez mais extensas. Fundamentais no papel de aliar conforto e segurança para o usuário, os vidros especiais, com controle termoacústico, se firmam como o grande diferencial em coberturas e fachadas.

 

 

Já a paginação dos pisos, tradicionalmente feita com peças de 40 x 40 centímetros, quase sempre em granilite, ganha inovação crescente com intervenções em desenhos curvos e geométricos e a introdução de pisos de vidro de alta resistência. Das grandes superfícies em fachadas e coberturas aos detalhes em pisos e guarda-corpos, confira nas próximas páginas de Arquitetura e Vidro algumas das inovações em aplicação do vidro
em shoppings do Brasil e do mundo.

 

 


Boulevard de vidro Nada chama tanto a atenção no Shopping Estação, em Curitiba, quanto o boulevard e a entrada, cobertos por cerca de 12 mil m² de vidro. Além de favorecer o aproveitamento da luz natural, a solução garante vista para a arquitetura da fachada dos edifícios que compõem o complexo
e aproveita a plataforma de embarque da antiga estação de trem. “Foram utilizados vidros laminados com 70% de reflexão para permitir a entrada da luz sem que o ambiente se aquecesse muito, reduzindo com isso o consumo de energia para iluminação sem aumentar o gasto de condicionamento de ar”, afirma a engenheira Cassia de Oliveira, da Engevidros, empresa responsável pela instalação dos vidros.

 


Apenas em um trecho da cobertura do boulevard foi utilizado vidro transparente. “Foi uma exigência da prefeitura para valorizar mais a visão da antiga estação de trem de dentro do shopping”, afirma Cassia. A cobertura levou 90 dias para ser instalada completamente.

Deixe seu comentário