Seção

Feiras e Eventos

CASACOR CAMPINAS

Implantada em um condomínio com 3,5 milhões de mata nativa intocada, a mostra destacou a sustentabilidade e apresentou ambientes integrados com a natureza

16/08/2016

Comemorando 30 anos de existência, a Casa Cor abriu suas portas na cidade de Campinas pela sétima vez. Localizada dentro do condomínio EntreVerdes, a edição de 2016 tem como principal foco a sustentabilidade. Duas mansões foram construídas especialmente para esse evento, contendo 35 ambientes idealizados por 53 profissionais, entre arquitetos, designers de interiores, engenheiros, paisagistas e outros. A mostra inaugurou dia 31 de março e ocorreu até 15 de maio.


A Casa Tropicália, projetada pelos arquitetos Daniele Guardini e Adriano Stancati, possui 837 metros quadrados de área útil numa harmoniosa integração com a natureza. Além de altas e espaçosas, suas janelas de vidros permitem que a iluminação seja praticamente toda natural, mais um traço de sustentabilidade. O projeto da Casa Bossa Nova é assinado pela dupla Adriana Consulin e Izilda Moraies, que aproveitaram a localização privilegiada em que o terreno se encontrava e implantaram uma construção sustentável, com conforto térmico e acústico, distribuídos em uma área de 820 metros quadrados e três nivelações diferentes. 


Os organizadores explicam que ambos os projetos não utilizam vigas, tijolos ou blocos, mas sim painéis monolíticos de EPS e malhas de aço galvanizado que substituem a alvenaria, visando uma construção mais limpa e que contenha reutilização de água e energia. Um exemplo dessa preocupação é o condomínio que escolheram para alocar a amostra: o EntreVerdes, considerado um dos maiores empreendimentos de alto padrão do interior de São Paulo, possui pelo menos 3,5 milhões de mata nativa intocada. É verde a perder de vista.


Além de todas as maravilhas de arquitetura e paisagismo, a Casa Cor Campinas 2016 escolheu Livia Doblas, do Escritório de Arte, para fazer a curadoria artística de toda exposição. Trabalhando com o conceito de galeria de arte itinerante, Livia distribui em 14 ambientes das mostras obras de artistas renomados brasileiros. Ela também promoveu palestras e visitas guiadas no evento, contando com a presença dos artistas. O objetivo? Aguçar um olhar observador e crítico do visitante-espectador para as artes. 

 

 

O contorno da casa Bossa Nova contou com a tecnologia de revestimento dos vidros da Rede Habitat, produzidos pela Cebrace. Chamados também de “vidros inteligentes”, eles são capazes de barrar até 70% do calor e 99,6% dos raios UV - se forem laminados, além de evitar que essa temperatura alta fique retida no objeto durante a noite. Esses vidros, que recebem uma deposição de camadas de óxidos metálicos -como titânio e níquel- na superfície, são capazes de controlar a luz e reduzir a temperatura interna do ambiente em até 10 graus em relação à externa. Na mansão projetada para a Casa Cor Campinas foi utilizado 90 metros quadrados de vidros Habitat, laminado de 4+4mm, na cor champanhe.

 

O espaço idealizado pelos arquitetos Adriano Stancati e Dani Guardini conta com uma parede azul marcante que abriga uma parte da coleção de telas assinadas pelos artistas convidados. A madeira e o porcelanato garantiram praticidade e calor para o ambiente, contra o piso cinza sofisticado. As luminárias conferem um tom intimista além do conjunto de mesas de centro que trazem a diversidade. O guarda-corpo foi instalado com vidro temperado, laminado e incolor de 16mm, da linha Easy Glass Slim, da T2G - TechInical Glass Group. Seu acabamento pode ser em aço inox ou alumínio, garantindo muita segurança e conforto. 

 

O ambiente arquitetado pela Denise Teixeira está exposto na Casa Tropicália foi feito para um  filho caçula e tem o tema Corpo de Bombeiro em toda a decoração. São três ambientes. No quarto, o piso em tom neutro otimiza a claridade que entra pela porta de vidro, que é incolor e temperado, da Cebrace. A janela tem 2.20 metros de largura, espessura de 8 mm e foi utilizado 4.5 metros de comprimento. As cores fortes se destacam em pontos específicos, como no painel atrás da cabeceira, ou a foto sobre a porta corrediça. Assim como o vidro, o revestimento vinílico da ePiso garante mais higiene para o ambiente, pois este material acumula menos sujeira que a madeira, possui fácil limpeza e não escorrega. 

 

O ambiente ainda possui um mezanino, com uma sala de brinquedos e TV, anexada a uma placa de vidro bisotado extra clear 100% Bulgarelli com película pintada, fixado em painel de MDF. O banheiro mantém a temática de Bombeiros, como pode ser visto pela mangueira ao lado do box, entre outros detalhes. Os espelhos ovais possuem tamanhos diferentes, variando de 12cm a 65cm de diâmetro. Fabricados pela Solid Vidros, eles não são bisotados, possuem quina reta e 8 mm de espessura. 

A “Suíte do Filho Desejado”, assinada pela designer de interiores Fabiana Ortiz, tem 27m². Com inspiração provençal, o ambiente proporciona o carinho adequado da mãe, a comunhão da família, com funcionalidade, praticidade, luxo e sofisticação. Apesar do estilo provençal, o ambiente conta com componentes modernos, como o revestimento vinílico e o espelho no armário reflecta na cor champagne.


No banheiro foram usados espelhos bronze, inclusive um era iluminado.  No box foi utilizado o modelo flex, pois, como o vão é bem pequeno  e não havia espaço. No total, foram cerca de 9 metros quadrados de  vidros incolores fornecidos pela Solid Vidros.

Deixe seu comentário