Seção

Feiras e Eventos

As mil e uma faces do vidro

Edição histórica do maior evento vidreiro da América Latina comprova o crescente grau de desenvolvimento e inovação do setor

22/05/2016

Pequenas imagens da feira

Quem percorreu os movimentados corredores do Transamérica ExpoCenter entre os dias 16 e 19 de maio pôde testemunhar quanto as empresas de toda a cadeia vidreira se munem das mais avançadas tecnologias para garantir o contínuo fortalecimento do setor no Brasil. Palco da 10a edição da Glass South America, o salão de exposições localizado na zona sul de São Paulo reuniu um número recorde de visitantes, que percorreram os estandes para conhecer as últimas novidades de um mercado que não para de evoluir e se atualizar.

 

 


O evento atraiu um público qualifi cado de mais de 12 mil pessoas, que puderam visitar estandes das 200 marcas em exposição, sendo 35 de países como Alemanha, Áustria, Bélgica, China, Emirados Árabes, Espanha, Estados Unidos, Inglaterra, Israel e Itália. “Os resultados da Glass South são refl exo do sólido crescimento do mercado vidreiro, impulsionado por tecnologias modernas e novas formas de uso do vidro nos diversos segmentos industriais e econômicos”, afirma Ligia Amorim, diretora-geral da NürnbergMesse Brasil, empresa organizadora da feira. 

 

 

 

Expositores nacionais e internacionais não pouparam esforços e investimentos na montagem dos estandes, que levaram ao público um grande número de novos produtos e serviços, evidenciado que as empresas do Brasil e do mundo apostam alto no potencial desse mercado. Lançamentos em tecnologia, sustentabilidade e arquitetura aplicadas ao vidro foram alguns dos destaques que os profissionais do setor vidreiro, construção civil, automotiva, moveleira e arquitetura puderam conferir durante a feira mais importante do setor na América Latina.

 

 


Na entrevista coletiva de imprensa que abriu o evento, Ligia Amorim frisou a importância de eventos deste porte, que possibilitam o contato olho no olho entre fabricantes, benefi ciadores, vidraceiros, arquitetos e projetistas, relação que contribui muito para o fechamento de novos negócios e parcerias. “Contabilizamos um crescimento de cerca 25% em relação a 2010”, disse a diretora.

 

 

Também presente na entrevista, o presidente da Associação Brasileira de Distribuidores e Processadores de Vidros Planos (Abravidro), Alexandre Pestana, expôs os dados levantados em pesquisa recente realizada pela entidade, apontando um panorama bastante otimista para o setor. 

 

 

 

“Podemos testemunhar uma disseminação nunca vista antes do uso do vidro”, ressaltou o presidente. Entre os dados mais relevantes, Pestana chamou atenção para o crescimento de 16% no consumo de vidro processado, de 2006 para 2012.

Deixe seu comentário